quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

"Nossa Imperatriz", a arte de Brawny Meireles

Passado e presente. Gente, cidade, concreto, natureza, o cotidiano de vidas, suas belezas, a trajetória da segunda cidade mais importante do Maranhão, lugar de brasileiros e irmãos estrangeiros, o sonho do desenvolvimento na porta da Amazônia.

O experiente fotógrafo e perspicaz repórter fotográfico Brawny Meireles captou um pouco de tudo e um tudo de muito da riqueza da cidade que o acolheu desde criança, ele um maranhense de Lago da Pedra.

Aos 52 de idade, 25 de profissão, começou a fotografar aos 12 anos de idade.
“Nossa Imperatriz – Cidade Majestade” é o segundo livro que lança focando sua Imperatriz – o primeiro foi “Imperatriz do Brasil”, de 2009, com mais de 100 páginas, que contou com a participação de imortais da Academia Imperatrizense de Letras.

“Nossa Imperatriz...” foi lançada no Salão do Livro, que terminou no último domingo, com excelente recepção por parte do mercado editorial, de artistas e público. Obra explicativa com texto de jornalistas, poetas e cantadores, traz imagens e história desde a fundação, suas tradições, gente e sua explosão imobiliária.

“É sempre um trabalho que me traz prazer. Além da estética, busco a sinceridade da história, a simplicidade e beleza da vida, a praticidade, os contrastes da cidade”, diz o autor, que, apesar da temática urbana, se considera “um fotógrafo da natureza”.

É o quarto livro de Brawny. Além do “Imperatriz do Brasil” e do agora caçula “Nossa Imperatriz...”, eternizou São Luís em outras duas jóias: “São Luís De Versos”, com textos de membros da Academia Maranhense de Letras, e “Nossa São Luís”, modelo cartão com dois cartões postais destacáveis.

Brawny não para. Já está em fase de captação de imagens do próximo. Agora clicando sua Lago da Pedra, este já com patrocínio assegurado.

Serviço
“NOSSA IMPERATRIZ – Cidade Majestosa”
Realização: Associação Maranhense de Fotografia (Amaphoto)

Preço do exemplar: R$ 50 (na Banca do Chico, Praça de Fátima)             

IMPERATRIZ- Governador inaugura escola, praças e anuncia mais obras

Emoção, festa e gratidão marcaram a passagem do governador Flávio Dino em Imperatriz nessa terça-feira (6). Ele esteve na cidade para inaugurar a Escola Amaral Raposo, no Parque Alvorada, e a revitalização das praças João Castelo, na Vila Cafeteira; São Miguel, no Parque Anhanguera; e Jarbas Passarinho, no bairro Santa Rita. Na ocasião, o governador ainda participou da inauguração do novo prédio do Ministério Público.

A agenda na cidade teve início com a inauguração da Escola Amaral Raposo, localizada no Parque Alvorada. Sonho de décadas da população do bairro, um dos maiores de Imperatriz, a nova unidade escolar vai atender 1200 alunos e é fruto de emenda no valor de R$ 1 milhão do deputado estadual Marco Aurélio.

Recebido com festa pela comunidade escolar, o governador Flávio Dino contou que esse era um sonho de décadas da população do Parque Alvorada, pois não existia nenhuma escola no bairro, o que forçava os estudantes a deslocamentos quilométricos para unidades localizadas em bairros circunvizinhos.

“Vai evitar o deslocamento, o que significa segurança para os pais e mães, que saberão que seus filhos estarão estudando mais próximos de casa. Tem também uma dimensão econômica, porque significa economia de tempo e dinheiro desses meninos, valoriza também a atividade. De modo que, considerando essa multiplicidade de benefícios, estamos felizes com esse investimento e com outros que me trouxeram aqui”, enfatizou.

Flávio Dino ressaltou que o investimento em educação é uma marca do atual Governo, que já reformou ou reconstruiu mais de 350 escolas no âmbito do programa ‘Escola Digna’. “Dá uma média de uma escola requalificada a cada dois dias. É um recorde, sem dúvidas. Até o mês de fevereiro vamos inaugurar cerca de 80 novas escolas em parceria com as prefeituras”, informou.

Emocionado com a conquista, o deputado Marco Aurélio disse que a comunidade do Parque Alvorada e da Vilinha há anos esperava uma escola de ensino médio na região, e contou que os estudantes têm que se deslocar todos os dias quilômetros para ter acesso ao direito de estudar. “E agora, 22 anos depois da última escola de ensino médio que foi construída em Imperatriz pelo Estado, o governador Flavio Dino consegue erguer esta escola que é um sonho desta comunidade. Uma escola de 20 salas, que comportará mais de mil estudantes e com certeza vem em boa hora para alimentar o sonho desta juventude”, realçou.


Revitalização dos espaços públicos
As três praças inauguradas passaram por um amplo processo de revitalização e, agora, tornaram-se espaços confortáveis, seguros e de convivência para os moradores dos bairros. “São equipamentos públicos de integração comunitária de desenvolvimento de esporte e lazer, enfim, de cidadania, de aproximação das pessoas. Entregamos três praças, em três bairros diferentes de Imperatriz, que tem uma população muito grande de crianças, jovens e idosos e esses são espaços que contemplam as necessidades desses grupos comunitários”, ressaltou o secretário de Estado de Infraestrutura, Clayton Noleto.

Quem recebeu bem os novos espaços públicos foi a população, principal beneficiada com os investimentos. Polyana de Jesus mora na Vila Cafeteira e levou o pequenino Thayler, de um ano e meio para brincar na praça João Castelo. “É muito bom, porque a gente quer um lugar para sair, para divertir e olhar as crianças e a gente não encontrava. Agora, com essa praça, eu posso vir aqui”, relatou a jovem mãe.

Mais ações

Na passagem por Imperatriz, o governador participou da inauguração do prédio do Ministério Público e ainda autorizou a construção de três outras obras que beneficiarão outras cidades da região Tocantina. Entre as novas obras estão a construção da escola de ensino médio no município de Ribamar Fiquene, com seis salas e de um ginásio de esporte em Amarante e outro em João Lisboa.

Números

1200: Número de alunos do Parque Alvorada e de bairros próximos que serão beneficiados com a inauguração do CE Amaral Raposo.


350: Número de escolas reformadas ou reconstruídas por meio do programa ‘Escola Digna’

Governador participa da inauguração da sede das promotorias de justiça de Imperatriz

Solenidade começou com hasteamento de bandeiras
Em cerimônia realizada na tarde desta terça-feira, 6, foi inaugurada a nova sede das Promotorias de Justiça de Imperatriz, localizada na Avenida Perimetral José Felipe do Nascimento, Qd.21, Residencial Kubitschek, em Imperatriz.

Presidida pelo procurador-geral de justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, a solenidade contou com a participação do governador do estado, Flávio Dino; da ouvidora do Ministério Público do Estado do Maranhão, a procuradora de justiça Rita de Cassia Maia Baptista Moreira; do corregedor-geral do MPMA, Suvamy Vivekananda Meireles: da ex-procuradora-geral de Justiça, Maria de Fátima Rodrigues Travassos Cordeiro; de membros e servidores do Ministério Público do Maranhão (MPMA), magistrados, advogados, representantes do Executivo e Legislativo locais, convidados e sociedade imperatrizense.

Na abertura, a banda do maestro Dário Cardoso executou o Hino Nacional, no momento em que o procurador-geral de justiça, o governador e o diretor das Promotorias de Justiça de Imperatriz, Ossian Bezerra Pinho Filho, realizavam o hasteamento das bandeiras do Brasil, do Maranhão e do MPMA, respectivamente.

Em seguida, as autoridades fizeram o descerramento da fita e da placa de inauguração da sede.

Em seu pronunciamento, o governador do estado afirmou que “é notável que o Ministério Público tenha concluído esta obra no prazo e cumprido o cronograma financeiro, especialmente por causa da grave crise que o país atravessa. É preciso ter gestos concretos e mostrar que é possível fazer diferente. Ter responsabilidade no trato com o dinheiro público e ter compromisso com a sociedade são fundamentais”.

O procurador-geral de Justiça destacou a importância da cidade de Imperatriz. “Tenho a honra de inaugurar a nova sede das Promotorias de Justiça de Imperatriz, cidade que é motivo de orgulho para o Maranhão. Mais que uma sede física, somos a verdadeira casa da cidadania. As portas das Promotorias de Justiça estarão sempre abertas para o cidadão, destinatário das nossas ações. Não devemos deixar, jamais, nenhum cidadão voltar sem resposta. São eles que nos apoiam em momentos de apuros e, principalmente, dão sentido a nossa existência. Destaco, também, o incansável trabalho de membros e servidores, que atuaram em sinergia para que chegássemos até aqui.”

BALANÇO DAS OBRAS

O diretor-geral da PGJ, Emmanuel Soares, apresentou um breve resumo sobre todo o cronograma para a construção da nova sede, desde a doação do terreno em 2008, passando pelo início dos trabalhos em 2009, até a conclusão da construção predial em dezembro de 2016.

Em 2008, o terreno foi doado pelo empresário Antônio Leite Andrade ao Ministério Público do Maranhão. Entre 2009 e 2010, foi realizado o projeto básico para execução de serviços no terreno e elaboração dos projetos executivos arquitetônico e complementares. A abertura de processo licitatório para a construção do prédio aconteceu em 2013. Em 2014, foi expedida a ordem de serviço autorizando a construção do prédio.

A construção predial, a cargo da Engepec – Engenharia Gerenciamento e Planejamento de Construções, teve um custo de R$ 9.575.429,52. Os recursos foram originados do Fundo Especial do Ministério Público (Femp).

Com uma área construída de 3.827,97 m², o prédio vai abrigar todas as 20 Promotorias de Justiça de Imperatriz. No entanto, o projeto do edifício possui espaço para 35 promotorias. “Este prédio tem capacidade de ampliação. Foi pensado com a previsão de demandas no futuro”, destacou o procurador-geral de justiça.

A nova sede tem quatro pavimentos, com as dependências adaptadas para pessoas com deficiência. Constam, ainda, dois elevadores; estacionamentos externo (com 42 vagas) e privativo (com 55 vagas) e auditório com 117 lugares. O prédio possui, ainda, refeitório, sala de capacitação, sala de videoconferência, sala de depoimento, dentre outras dependências.

A obra teve o acompanhamento e fiscalização, em todas as etapas, da Coordenadoria de Obras, Engenharia e Arquitetura da Procuradoria-Geral de Justiça.

MEMBROS E SERVIDORES

A inauguração da nova sede também teve repercussão entre membros e servidores. Para o diretor das Promotorias de Justiça de Imperatriz, Ossian Bezerra Pinho Filho, “a nova sede representa um sonho realizado para o Ministério Público e para a sociedade. Além disso, fortalece e permite o crescimento da instituição na região”.

O diretor-geral da PGJ, Emmanuel Soares, destacou que a inauguração “é um reconhecimento da importância estratégica da região tocantina. É a consolidação de um antigo sonho de dotar as Promotorias de Justiça de Imperatriz de estrutura adequada para atender com mais conforto a população que recorre ao Ministério Público”.

Na avaliação da promotora de justiça Nahyma Ribeiro Abas, a Comarca de Imperatriz necessitava, há tempos, de uma estrutura melhor. “Imperatriz é a segunda maior comarca do estado. A nova sede proporcionará mais autonomia, mais eficiência e um atendimento diferenciado ao cidadão”, frisou.

O diretor da Secretaria para Assuntos Institucionais, Marco Antonio Santos Amorim, destacou que a inauguração da nova sede é uma grande conquista para o Ministério Público. “Sem dúvidas, a sociedade é a maior beneficiada. Poderemos oferecer mais conforto, segurança e agilidade no atendimento.”

Para a servidora Darllyane Tayna Souza Ribeiro, da 4ª Promotoria Especializada nos Direitos do Idoso, Deficiência e Registros Públicos, “o Ministério Público está conseguindo oferecer, a quem trabalha aqui e à comunidade, uma estrutura funcional, um atendimento eficaz. A acessibilidade do prédio também é importante, porque coloca em prática os direitos constitucionais”.

AUTORIDADES

Da mesa solene da inauguração da nova sede das Promotorias de Justiça de Imperatriz participaram o procurador-geral, Luiz Gonzaga Martins Coelho; o governador do Estado, Flávio Dino; o corregedor-geral do Ministério Público do Maranhão, Suvamy Vivekananda Meireles; a ouvidora do Ministério Público, Rita de Cássia Maia Baptista Moreira; o diretor das Promotorias de Justiça de Imperatriz, Ossian Bezerra Pinho Filho; o vice-prefeito de Imperatriz, Luiz Carlos Porto; o presidente da Câmara Municipal de Imperatriz, o vereador José Carlos Soares Barros; o diretor do Fórum da Comarca da Imperatriz, o juiz de Direito Marcos Antônio Oliveira; o presidente da Associação do Ministério Público do Estado do Maranhão (Ampem), promotor de justiça Tarcísio Bonfim.
 
Dino destacou  prazos e execução do cronograma financeiro na construção do prédio
A bênção, que encerrou a cerimônia, foi proferida pelo pastor e promotor de justiça Domingos Eduardo da Silva.

Redação: CCOM-MPMA

Fotos: Lucina Medeiros e Iane Carolina (CCOM-MPMA)



terça-feira, 6 de dezembro de 2016

O sertanejo marejou

Sálvio Dino discursa em evento promovido pela Unisulma

Em tempos de desconfianças e indiferenças, de ausência de referências públicas e de pobreza na produção literária, ele se destaca. Sertanejo não foge à luta nem se emociona fácil assim. Sálvio Dino, aos 86 anos, é o cara. Carismático, inquieto, ele é um gigante, cujo talento e personalidade se fundem num todo impossível de ser separado.

Advogado criminalista, político, escritor, jornalista, historiador, ele não é fácil.
Na noite de sábado, em cerimônia carregada de simbolismo e de reminiscências, com a presença de um dos filhos mais conhecidos, o governador Flávio Dino, o velho sertanejo, disfarçadamente, se emocionou. O sertanejo tremeu o beiço, deitou oração discorrendo sua personalidade e os seus “acredito”. De Santo Agostinho, poetas românticos, pensadores do Direito e da política, Sálvio marejou lágrimas do passado e vitórias do presente.

Homenageado da Universidade do Sul do Maranhão - da qual agora é professor honoris causa - recebeu também a medalha Lula Almeida (advogado e político amigo seu, um dos fundadores da instituição), honrarias que deita em sua coleção de reconhecimentos.   

Do seu Grajaú, no sertão maranhense, cravou sua história em São Luís. Líder estudantil, um dos fundadores da União Maranhense dos Estudantes Secundaristas, vereador da capital, deputado estadual cassado pela ditadura militar, prefeito de João Lisboa. Autor de projeto na Assembléia Legislativa que criava a Universidade de Imperatriz (hoje, o sonho realizado com a instalação da Universidade do Sul do Maranhão), protagonista pela implantação da subseção da OAB em Imperatriz, defensor de amigos fustigados pelo regime de perseguidores, contador de estórias, “penteador” de frases e palavras, fanático do futebol.

Memorialista, eternizou em livros lugares e personagens dos confins de seu Maranhão, "das raízes históricas de Grajaú" às “barrancas do Tocantins”, hoje relançando-se com a epopéia da Coluna Prestes em terras de Carolina. É membro das Academias de Letras de sua terrinha no sertão, de Imperatriz e Maranhense.

“As dobras do tempo, uma de suas expressões prediletas, às quais conheço todas, nos trazem muitas alegrias e muitas tristezas, dor, mas resiliência, fé, para vencer as intempéries”, registrou o filho Flávio Dino, lembrando emocionado, que, como o pai, perdeu um filho com 13 anos de idade.

O filho, governador e influente político no cenário nacional, resumiu a vida do velho: um homem que acredita em Deus, na política, no Direito, na vida e no amor.

Sálvio Dino é um humanista das antigas, raros hoje de se encontrar, de cuja tinta ferra a palavra certa. Dia 10, em Carolina, estará pronto para outras emoções.       

ABUSO DE AUTORIDADE: PUNIÇÃO PARA TODOS

Daniel Souza*

A ignorância aliada e a alienação têm sido um terreno fértil para ardis manipuladores das massas alcançarem inconfessáveis desideratos. Alguém duvida?

O caso mais emblemático aconteceu na semana da votação do Projeto de Lei que dispõe sobre o abuso de autoridade, em substituição a anacrônica Lei 4.898/1965.

Incrível foi assistir sem se indignar a desfaçatez daqueles contumazes  impunes praticantes do crime de abuso de autoridade assim como causou-me pasmada estupefação assistir a manifestação favorável a essa infâmia que dista do Brasil colônia inacreditavelmente defendida com galhardia exatamente por aqueles que, na condição de pessoas comuns do povo, são vítimas, cotidianamente, do abuso de autoridade.

Toda a “polêmica”, levantada pelos arautos do autoritarismo no Brasil e, paradoxalmente, apoiada pela populaça, decorre, apenas e tão somente porque a proposta legislativa, que dormia em berço esplêndido desde 2008, alcança, por inteiro, juízes e promotores, os quais, à luz do Projeto tramitante na Câmara dos Deputados, agora já a caminho do Senado Federal, ficariam vulneráveis as penas da lei, como autoriza o princípio constitucional de igualdade de tratamento, para quem todos os cidadãos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza. Ou seja, a nova proposta prevê punição para qualquer agente público quando praticar afirmação falsa em ato praticado em investigação policial ou administrativa, inquérito civil, ação civil pública, ação de improbidade administrativa ou ação penal pública,

Com efeito, vejamos alguns dos mais inquietantes dispositivos que têm assombrado paladinos que se colocam acima da Constituição Federal: ordenar ou executar medida privativa da liberdade individual, sem as formalidades legais ou com abuso de poder; submeter pessoa sob sua guarda ou custódia a vexame ou a constrangimento; deixar o juiz de ordenar o relaxamento de prisão ou detenção ilegal que lhe seja comunicada; levar à prisão e nela deter quem quer que se proponha a prestar fiança permitida em lei; lesar a honra ou patrimônio de pessoa natural ou jurídica, quando praticado com abuso ou desvio de poder ou sem competência legal; prolongar a execução de prisão cautelar qualquer, de pena ou de medida de segurança, deixando de expedir em tempo oportuno ou de cumprir imediatamente ordem de liberdade; fazer afirmação falsa ou negar ou calar a verdade em ato praticado em investigação policial ou administrativa, inquérito civil, ação civil pública, ação de improbidade administrativa ou ação penal pública, que esteja sob sua presidência ou de que participe; omitir-se na apuração dos abusos perpetrados por subordinados seus ou sujeitos ao seu poder correcional”.

Obviamente que a proposta deve sofrer alguns ajustes no ambiente constitucionalmente apropriado, o Parlamento, inclusive fazendo a importante distinção entre abuso de autoridade e divergência da aplicação da norma, considerando os princípios da razoabilidade e da coerência objetiva.

Deste modo, conclui-se ser uma leviandade a assertiva segundo a qual o referido projeto de lei é um levante contra a “Lava Jato” só porque a proposta parlamentar amplia o leque de punição para aquelas autoridades, de quaisquer dos poderes da União, dos Estados e dos Municípios -- quando violarem a Constituição Federal e as leis do nosso país, como sói acontecer numa República.

Não me assomam dúvidas, nessa direção, que o desvirtuamento do debate à guisa de uma falácia sem precedente não passa de uma astuta campanha midiática protecionista, elaborada por autoritários disfarçados de democratas defensores de castas e privilégios.  
Como diz o velho ditado popular: “pau que dá em Chico, dá em Francisco”.

*Daniel Souza é advogado

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Flávio Dino sinaliza para parcerias com todos os prefeitos

Os 191 prefeitos maranhenses que compareceram ao evento ‘Governando Juntos: Encontro de Prefeitos e Prefeitas com o Governador Flávio Dino’, realizado nesta quinta-feira (1º), no Rio Poty Hotel, elogiaram a iniciativa da gestão estadual de buscar aprimorar o diálogo para uma gestão integrada com os municípios de modo a assegurar o desenvolvimento dos municípios. Os gestores conheceram o secretariado estadual e as principais ações que vêm sendo realizadas com foco na melhor qualidade de vida nos municípios maranhenses.

O governador Flávio Dino fez a apresentação dos programas e convidou os gestores a participar e serem parceiros para o êxito das administrações. “Esta é uma ocasião para que possamos fortalecer a integração com todos os municípios e reforçar que vamos apoiar todos os prefeitos e prefeitas e trabalhar juntos pelo bem da população”, afirmou o governador Flávio Dino.

Os gestores elogiaram a iniciativa do Governo do Estado ao promover esforços para a integração das gestões e colocar o Estado à disposição de todos os prefeitos na execução de políticas públicas. O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, avaliou o evento como de grande importância para discutir o trabalho do Governo do Estado e possibilitar aos municípios obterem mais conhecimento das ações. Edivaldo Holanda Júnior destacou que “com esta exposição, podemos avaliar o que melhor se adequa a cada realidade de gestão, e, sobretudo, firmar essa parceria com o Governo. Parabéns pela iniciativa deste evento”.

Prefeito eleito de Paço de Lumiar, Domingos Dutra destacou que o encontro possibilita que todos os prefeitos, principalmente os novos, possam acessar os programas de Governo. “Eu vou procurar junto ao Governo os programas que podem ajudar a nossa população. É um momento para compreender, saber os canais e eu ficarei junto ao Governo para tirar Paço do Lumiar da escuridão”, pontuou.

Encontros de gestores são sempre importantes para que as demandas possam ser apresentadas e tenham medidas concretas para resolução, destacou Marconi Pinheiro Matos, prefeito eleito de Cajapió. “O governador tem sido sensível aos municípios da Baixada realizando obras e ações importantes. E estamos participando deste momento para podermos levar ao Governo as questões da nossa população”, disse.

O prefeito eleito de Timon, Luciano Leitoa, avaliou a troca de experiências, informações e programas que somam para ajudar os novos prefeitos e otimizar cada vez mais as ações que resolvam as dificuldades. “Nossa região tem graves problemas na saúde e segurança pública e estamos aqui na expectativa de políticas públicas para atenuar estas questões e melhorar a qualidade de vida da população timonense”.

“A hora é de discutir os problemas e encontrar as soluções trabalhando de forma parceira com o Governo do Estado. Desde que assumiu a gestão, o governador tem buscado parcerias em todos os níveis de governo. Parabéns a ele por essa iniciativa”, avaliou o prefeito Francisco Freitas, eleito para administrar o município de Lagoa Grande do Maranhão. 

Djalma Neto, prefeito reeleito de Arari, declarou que o encontro é uma oportunidade aos eleitos e também reeleitos para que tenham ideia de como funciona a parceria Governo e municípios. “Temos muito que aprender e conveniar. Precisamos muito do governo estadual e o governador se colocou à nossa disposição. Acreditamos que a gestão parceira traz o melhor resultado”.

Luís Mendes Ferreira Filho, prefeito eleito de Coroatá, colocou como expectativa ter a oportunidade de angariar programas para sua região. O gestor afirmou que este é verdadeiramente o governo do diálogo e que veio para mudar. “Estamos nesse importante evento para podermos conhecer mais da gestão estadual e firmar as parcerias importantes para o povo de Coroatá. São muitos os problemas e a população foi por muitos anos maltratada. Agora estamos começando um novo momento e estamos felizes por contar com o apoio do Governo”, enfatizou o prefeito.

Durante o evento, os prefeitos acompanharam apresentação das ações do Estado, realizada pelo governador Flávio Dino. À tarde, os presentes puderam conhecer experiências de gestões municipais no painel ‘Experiências de Governança Exitosas’, com os prefeitos Edivaldo Holanda Júnior, de São Luís e o convidado Firmino Filho, prefeito de Teresina. Na ocasião foi pactuado com os prefeitos o programa ‘Bolsa Escola – Mais Bolsa Família’ que garante material escolar a estudantes de baixa renda.



Ainda participando do encontro representantes do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) para tratar do Programa de Ações Articuladas; da Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos (Abrinq), que apresentou o Prêmio Prefeito Amigo da Criança e seus critérios; e ainda debates sobre política ambiental e gestão do setor. Foram montados estandes das secretarias estaduais e instituições como Banco do Nordeste (BNB), Banco da Amazônia (BASA), Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal (CEF) para orientar os gestores.

PCdoB: 2017, ano de crescimento e de unidade

Governo Flávio Dino e secretário Clayton Noleto: crescimento do PCdoB para 2018


PCdoB projeta duas linhas de atuação para 2017: fortalecer e aumentar os quadros do partido e deflagrar projeto unitário com a aliança de 2015 pela reeleição do governador Flávio Dino.
Decisões amadurecidas na reunião de sábado passado em São Luís  com candidatos que não venceram no pleito passado, sendo ampliada agora para grande encontro com militantes eleitos.
“Todos unidos e firmes já na campanha pela reeleição de nosso governador, cujo governo segue bem avaliado pela população maranhense”, analisa o vereador Adonilson Lima, que a partir de janeiro coordena o projeto do partido na regional tocantina.

Imune
O debate parlamentar pelo fim da reeleição não atinge legalmente o direito do governador Flávio Dino de concorrer novamente ao cargo. Aliados estão certos disso.

Família rachada
Apesar do discurso de unidade, o grupo de Sarney se debate em lutas fraticidas internas.
Buscam espaço, roseanistas, lobistas e albertistas pelo comando do processo de sucessão dentro do PMDB.

O malabarista
Nada confiável, fruto de seu passado político instável, senador Roberto Rocha (PSB) ora pende para um lado, ora sinaliza aliança com ex-adversários.
Tudo de olho na boquinha que sobrar.

Coro
Lideranças regionais do partido do governador fecham questão para eleger um deputado federal da região  tocantina em 2018.
Clayton Noleto, secretário estadual de Infraestrutura, recebe manifestações de apoio de todo o estado, e já entraria na disputa com o aval de dezenas de prefeitos e centenas de vereadores.     

De novo?!
Questão sobre gastos com publicidade no governo Flávio Dino já foi esclarecida. O resto é pauta requentada, rebate o secretário de Comunicação, Márcio Jerry.

Só em dezembro
Rosângela Curado, candidata derrotada à Prefeitura na eleição passada, só define em dezembro se aceita ou não convites de prefeituras.
Pensa, também, em outra alternativa: prestar consultoria na área da saúde.
Diz que continua no PDT e aliada do governo estadual. “Somos do mesmo grupo”.

Quero ver
PMDB de Imperatriz preocupado em como o prefeito eleito Assis Ramos vai fazer para livrar-se dos aluguéis de prédios alugados de parentes de políticos, e das creches e escolas municipalizadas, também de gente aparentada de detentores de cargos públicos.

Recessos
Recesso dos servidores do estado: 21 a 25 de dezembro, 28 de dezembro a 1° de janeiro de 2017.