Secretário Clayton Noleto recebe produtores de grãos da região de Balsas



O secretário de Infraestrutura do Maranhão, Clayton Noleto, recebeu em audiência nesta quarta-feira (11), representantes dos produtores de grãos da região de Balsas, no sul do Estado. O secretário estadual de Agricultura, Márcio Honaiser, também participou da reunião.
 
Na pauta, planejamento de ações estratégicas para o melhoramento da trafegabilidade entre os municípios durante a época intensa da safra de grãos.

Anel da Soja

Desde 2016, o Governo do Estado vem investindo na região para garantir o escoamento da produção de grãos e beneficiar mais de 150 mil pessoas. E o investimento principal é o asfaltamento do chamado Anel da Soja. Com 65,7 quilômetros de extensão – do trecho que liga a cidade de Balsas na Rodovia MA-140 ao entroncamento da Rodovia MA-007, no povoado Ouro –, a pavimentação beneficia também moradores dos municípios de Tasso Fragoso, Carolina, Riachão e Alto Parnaíba, devendo ser entregue à população até novembro deste ano.

Com investimento de R$ 81.470.589,30 a entrega da obra é aguardada por moradores e produtores da região há mais de três décadas, como explica o presidente da Associação dos Produtores de Soja e Milho do Maranhão (Aprosoja-MA), Antônio José Carlos Oliveira de Paula. “A obra é muito importante para nós. Antes dela, tínhamos que dar suporte para os caminhoneiros na estrada porque sempre que uma carreta quebrava em função do mau estado da rodovia e ficava parada três, quatro dias, o produtor perdia a produção, gerando prejuízo para todos”, diz Oliveira de Paula. “Nós agradecemos muito ao Governo do Estado por finalmente entregar uma obra que já aguardávamos havia mais de 30 anos”, destaca.

O produtor Antonius Phillipsen, que produz soja, arroz e milho, explica que antes da pavimentação da rodovia os produtores pagavam a contribuição de manutenção da estrada de acordo com o hectare produzido. Eram gastos, em média, R$ 150 mil por mês para a contratação de motoniveladoras capazes de assegurar ao menos parte do escoamento da produção. “Sou da quarta geração de produtores e durante décadas nós nos reunimos, governo após governo, e todos prometiam a construção da estrada. Um dia cansamos e passamos a tirar dinheiro do nosso próprio bolso para pagar parte da manutenção. Eu pagava R$ 1.700 todo mês”, diz Phillipsen.

O secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Pesca, Márcio Honaiser, diz que a obra “é extremamente importante, por ser a via de escoamento de uma das principais áreas produtoras do Gerais de Balsas. É uma obra há muito esperada, por conta da necessidade da produção local sair do povoado, ir a Balsas e de lá acessar as BRs para chegar ao Porto do Itaqui e outros mercados”, diz o secretário.

Mais Asfalto

Os serviços de pavimentação e recuperação de 25 ruas em Balsas, executados pela Sinfra, beneficia os bairros São Felix, Trizidela, Potos, Vivenda dos Potos, Manuel Novo, Açucena, Catumbi, Cohabi I e Centro.

São 87.057 pessoas beneficiadas com a pavimentação, que faz parte do Programa Mais Asfalto Vias Urbanas, executado pela Sinfra. De acordo com Clayton Noleto, o objetivo da ação é levar mais qualidade de vida aos balsenses. “O Mais Asfalto leva dignidade às pessoas, tira a poeira e a lama da porta das casas, evita doenças e facilita o acesso aos serviços públicos”, explicou Clayton Noleto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clã Sarney e o ‘Bloco Sanatório Geral’

Os temas se cruzam com extrema coincidência que pensamos (ou temos certeza) que ainda estamos no auge do coronelismo político no Maranhão...