Maranhão reduz impostos para pequenas e micro empresas

Representantes da classe empresarial em diferentes estados do Brasil avaliaram positivamente a diminuição dos impostos para as pequenas e médias empresas no Maranhão. Com a adequação da nova tabela do Simples, os empresários passam a ter uma maior capacidade financeira, com custos reduzidos, maior poder de compra e investimento.

A nova tabela vai aumentar os investimentos no Maranhão. Essa é a análise do conselheiro da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Cláudio Ávilla Menezes. “Agora os empresários maranhenses terão maior vantagem competitiva, porque poderão comprar e faturar mais. Esse é um benefício de mão dupla que beneficia os empreendedores locais e os que estão em qualquer outra parte do Brasil, que queiram investir no Maranhão”, disse o conselheiro da Fiesp, sediada em São Paulo, em um dos maiores centros comerciais do país.

O presidente da Confederação Nacional de Jovens Empresários (Conaje) comentou que, ao retirar tributos, o governo cria uma vantagem para o setor empresarial e para toda a sociedade. “O ganho tributário por conta dessa simplificação pode ser reaplicado no próprio negócio, melhorando a infraestrutura, tecnologia, aumento de produção e conseguindo contratar mais gente”, disse o presidente Fernando Milagre.

A adequação da nova tabela do Simples chamou a atenção dos empresários de todo o Brasil e se tornou notório entre o grupo de 33 mil jovens empresários do país, segundo o presidente da Associação de Jovens Empreendedores do Maranhão (AJE-MA), Cláudio Gomes. “O Maranhão se tornou referência nacional na adequação da tabela do Simples. A antiga tabela elevava o custo da mercadoria final. Com as novas adequações o consumidor final é um dos maiores beneficiados. A nova tabela estimula os novos negócios, novos empreendimentos em todo o estado.”, afirmou o presidente.

Nova Tabela do Simples

O Governo do Estado tem uma nova tabela de impostos para as pequenas e médias empresas no Maranhão. Coordenada pela Secretaria de Estado de Indústria e Comércio (Seinc), a nova tabela atualiza percentuais que já estavam defasados, beneficiando os microempreendedores que representam mais da metade do PIB do Maranhão.

A nova tabela passou de quatro para 20 categorias de percentuais aplicáveis às empresas optantes pelo Simples Nacional. Na antiga lei, somente as empresas com receita bruta de até R$ 720 mil eram beneficiadas. Agora, empresas com receitas três vezes maiores do que R$ 720 mil serão favorecidas com impostos reduzidos.

*Com informações da Secretaria de Indústria e Comércio do MA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ausência de vereadores: Câmara entra em recesso sem votar Orçamento

Mesa Diretora para o biênio 2019/2020 eleita na sessão desta quinta (14)  A Câmara Municipal de Imperatriz entrou oficialmente em reces...