O "MURO"



Guardem bem esse nome: Rubens Jr., deputado estadual do PCdoB. Pois é esse “gênio democrata”, o autor da proposta de criação de um tal Conselho de Comunicação no Maranhão. Vocês sabem para que serve esse monstro, esse trambolho? Censurar, perseguir e intimidar órgãos de comunicação e jornalistas. É isso mesmo, assim, na lata. O resto é balela de gente miúda, de monstrinhos sectários, de pensadorizinhos de meia palavra, de ditadorizinhos, de “anjinhos” nazistas.
O “muro” já começa a ser construído em pelo menos seis estados.
Apregoam que os conselhos estaduais foram definidos numa vergonhosa Conferência Nacional de Comunicação. Que se dane essa conferência. Os direitos de pensamento e livre expressão são valores universais, ultrapassam qualquer conselhozinho.
Aliás, já existem vários conselhos “para incentivar a participação popular nas políticas públicas”. Tudo mentira, tudo teatro de péssimo gosto. Esses conselhos não servem para nada. Basta ver aí na prática. Já viu conselho cobrando, denunciando o prefeito, o governador, o presidente, porque não cumpriram as metas estabelecidas em audiências públicas para cada área da administração? Na maioria, com raríssimas exceções, são formados por bajuladores dos governantes que aprovam as propostas que esses governantes querem. Os conselheiros não são remunerados, mas não é raro casos de gente que faz uma boquinha por fora. Quando muito, uns três ou quatros “esquerdistas progressistas” fazem barulho e gritam com vizinha encrenqueira. Só isso.
Que o próximo presidente, ou presidenta, meta a faca e corte pela raiz essa maluquice.
A História nos dá exemplos. Tudo começa timidamente, sob o manto da “vontade popular”, para depois desaguar nas perseguições, nos linchamentos morais, na corda no pescoço (às vezes literalmente).
Vamos denunciar esse casuísmo, vamos combater, vamos mostrar quem está a favor dessa canalhice.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Perseguição na praia e estacionamento privado

Há décadas, durante quatro meses de veraneio, homens e mulheres do povo aproveitam para engordar suas poucas finanças familiares. Gas...