Empresários do MA discutem instalação de cooperativa de crédito

Hoje (18/01), às 19h, a Associação Comercial do Maranhão dará continuidade às discussões para instalação e estruturação da Cooperativa de Crédito da entidade. Para ampliar o conhecimento acerca do assunto e apresentar experiências bem sucedidas na área, a ACM receberá na sessão plenária o presidente da Cooperativa de Crédito do Sul do Maranhão – Credisul, Anerão Alvarenga.

Além de apresentar as características e os benefícios do cooperativismo, Alvarenga compartilhará a experiência vivida na CREDISUL e explicará aos associados e convidados de todos os setores da economia maranhense o funcionamento da cooperativa e quais os serviços que ela oferece aos empresários de Grajaú, como conta corrente, cheque especial e empréstimos.

“Com esta iniciativa, nossa entidade avança nas ações para a formação de sua própria Cooperativa, sendo também uma oportunidade para esclarecimento de dúvidas sobre o funcionamento de uma cooperativa de crédito e os investimentos necessários para a formação de uma instituição como essa. Vislumbramos a cooperativa de crédito como mais uma alternativa para promover o acesso aos serviços financeiros de forma produtiva e sustentável”, enfatizou o presidente da ACM, Haroldo Corrêa Cavalcanti Junior.

O objetivo da cooperativa de crédito é justamente oferecer de modo mais simples e vantajoso aos seus associados, o acesso ao crédito e outros produtos financeiros como empréstimos, financiamentos, recebimento de contas, entre outros. Atualmente, no Brasil, segundo dados do Banco Central (BC) são 1.444 cooperativas espalhadas no país.

No Maranhão, existem cinco cooperativas. Destas três são filiadas ao Sistema de Cooperativas de Crédito no Brasil (Sicoob), maior em rede de atendimento, com presença em quase todos os estados brasileiros. São elas a cooperativa de funcionários da Alumar, a Credima, em Açailândia e a Credisul, em Grajaú.

Segundo Anerão Alvarenga, a cooperativa significa um excelente negócio, pois opera com taxas e custos mais baratos que os bancos. Outra vantagem é que a cooperativa disponibiliza produtos e serviços semelhantes aos de uma instituição bancária, com diferença acentuada nas taxas de juros e demais custos e o atendimento diferenciado ao próprio dono da instituição. O objetivo principal da cooperativa é a poupança sistema e o crédito produtivo, que possibilitará a alavancagem dos seus negócios. “São esses benefícios que iremos detalhar na sessão plenária da ACM. Mostraremos os resultados expressivos da CREDISUL e como a cooperativa está conseguindo se expandir no Maranhão”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hospital de Ortopedia vai permitir 9.600 cirurgias a mais

Com a decisão de alugar uma estrutura já existente para instalar o Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO), a Secretaria Estadual...