Calote oficial

Um empresário de Imperatriz tenta, sem sucesso, receber pelo fornecimento de alimentos e materiais de limpeza e de escritório a uma prefeitura da região.

O prefeito, que sempre se esconde, escala a mãe pra resolver o pepino, mas sempre há uma desculpa, um sumiço.

Enquanto o município pena, e os fornecedores estão com a corda no pescoço, o jovem prefeito curte à sombra, preparando-se para disputar a reeleição com o rico dinheirinho dos credores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Perseguição na praia e estacionamento privado

Há décadas, durante quatro meses de veraneio, homens e mulheres do povo aproveitam para engordar suas poucas finanças familiares. Gas...