Traficantes presos em Balsas podem integrar rede internacional


Uma ação de policiais do 4º BPM de Balsas resultou na maior apreensão de pasta base de cocaína dos últimos 10 anos no Maranhão. Na operação, foram apreendidos 130 papelotes que estavam escondidos no fundo falso de uma Toyota Hilux, de placas NDV 9580. Os dois homens que transportavam a cocaína também foram presos.

O entorpecente, avaliado em aproximadamente em mais de R$ 2 milhões, foi apresentado pelo secretário de Estado da Segurança Pública, Aluisio Mendes, na manhã desta segunda-feira (30), durante entrevista coletiva à imprensa. Estiveram presentes, ainda, o comandante geral da Polícia Militar do Maranhão, coronel Franklin Pacheco; a delegada geral de Polícia Civil, Maria Cristina Resende; o comandante do 4º BPM, tenente-coronel Marcos Alves, e o delegado Regional de Balsas, Eduardo Galvão.

Além desta prisão, a Polícia Civil deflagrou em São Luís, no último sábado (28), a operação Pomar, na qual foram presas três pessoas, entre elas “Rosinha do Pó”, acusada de ser a maior fornecedora de drogas do estado. Outras prisões também foram feitas em Imperatriz e Carolina. Em todas, drogas foram retiradas de circulação e traficantes foram presos.

“O combate ao tráfico de drogas é uma prioridade do Sistema de Segurança. Nossas ações continuarão voltadas para impedir que o avanço do tráfico aconteça no estado”, garantiu Aluisio Mendes, explicando que a droga apreendida em Balsas chegaria ao mercado exterior valendo até R$ 30 milhões e poderia chegar a render mais cinco vezes depois de “batizada”, que é quando o entorpecente é refinado.

Durante a ação em Balsas foram presos: Eber Marciel Evangelista, 30 anos, lavrador, natural de Ji-Paraná (RO) e Johnne Rosa Pacheco, solteiro, mecânico, 30 anos, residente em Ji-Paraná (RO) que já havia sido preso anteriormente com mais dois homens no município de Ji-Paraná, transportando mais de 10 quilos de cocaína.

Abordagem

Na operação realizada em Balsas, a PM encaminhou a Toyota após realizarem a abordagem do veículo na BR-230, para o pátio do quartel naquela cidade. No local, após uma revista minuciosa a PM encontrou todo o entorpecente escondido em fundo falso. “Tínhamos aumentado a fiscalização em diversos pontos do município por determinação do comandante geral, para impedir assaltos a bancos e tráfico. Com isso, na barreira paramos o veículo e suspeitamos da ação e após desmontá-lo encontramos a droga”, explicou o tenente-coronel Marcos Alves, que coordenou os trabalhos.

Após ser encontrada a cocaína, os dois homens foram encaminhados à delegacia. No distrito Policial, o delegado continuando as investigações, descobriu que um dos suspeitos já respondia por outro delito também por tráfico e que o veículo possuía uma restrição administrativa. “O carro estava em nome de Johnne para que não chamasse a atenção da Polícia, porém, como é um veículo novo não poderia estar circulando fora da chamada Zona Franca de Manaus em menos de cinco de anos. Este detalhe foi percebido nos levantamentos e contribuiu para a prisão. Vamos continuar investigando para descobrir a origem e destino final da cocaína já que um mapa também estava em poder dos envolvidos”, comentou o delegado Eduardo Galvão.

Ainda de acordo com o delegado, as investigações mostraram também que os dois acusados Johhne e Eber têm vistos internacionais e já fizeram viagens para Espanha e Portugal, o que deixa claro, segundo o delegado, que se trata de um grupo ligado ao tráfico internacional de substâncias entorpecentes. Ele explicou ainda, que o veículo foi recebido já com a droga escondida sob o forro falso da carroceria, no município de Colinas, divisa de Mato Grosso com Rondônia, para ser levada para a cidade de Picos, no estado do Piauí. O delegado Eduardo Galvão autuou os envolvidos em flagrante por tráfico de drogas.

Outras prisões

No sábado (28), uma ação conjunta das Policias Militar (3º BPM) e Federal apreendeu 12 quilos de pasta-base.  James Rocha Nascimento foi detido em uma barreira da PM no Bananal, na BR 010, em Imperatriz. Outra prisão ocorreu na sexta-feira (27), na cidade de Carolina. A Polícia chegou a Maurício Roterdan Lima Pereira e seu irmão Carlos Augusto Douglas Lima Pereira após uma ligação anônima indicar que havia um carregamento de drogas sendo levado da cidade de Balsas para a cidade de Carolina em uma van de cor preta. 

De posse das informações, o delegado Sidney Oliveira, titular da delegacia de Carolina, montou uma barreira em conjunto com a Polícia Militar, na saída da cidade, BR-230, próximo ao município de Goiatins. Por volta de 19h, a Polícia conseguiu interceptar um ônibus da Empresa JR e localizou a substância entorpecente no interior de uma lata com a inscrição "Mauricio”.

Após diligências foi descoberto que a droga seria entregue a Maurício Roterdan, conhecido como “Nego Mauricio”, traficante de Carolina. A equipe aguardou o momento no qual Mauricio e seu irmão receberiam a droga. Em seguida, os indivíduos receberam voz de prisão e foram conduzidos à delegacia para lavratura do auto de prisão em flagrante delito por tráfico ilícito de entorpecentes.

Fonte: Secom/MA
Foto: Gilson Teixeira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Secretário Clayton Noleto recebe produtores de grãos da região de Balsas

O secretário de Infraestrutura do Maranhão, Clayton Noleto, recebeu em audiência nesta quarta-feira (11), representantes dos produtor...