Flávio Dino recebe universitários e professores do Projeto Rondon

Ao lado de aproximadamente 300 jovens, o governador do Maranhão participou da abertura da edição do projeto Rondon, promovido pelo Governo Federal por meio do Ministério da Defesa. Acompanhado pela secretária de Juventude, Tatiana Pereira, e do vice-governador, Carlos Brandão, Flávio Dino recebeu jovens de todo o país e destacou a importância de projetos que levem mais cidadania aos municípios maranhenses.
Os jovens universitários e professores do Ensino Superior que desembarcaram no Maranhão, oriundos de diferentes estados brasileiros, percorrerão o Estado nos próximos dias na chamada “Operação Jenipapo”, uma das três que entrarão em exercício no primeiro semestre de 2015. Serão duas semanas de atividades em contato permanente com a população local, levando conhecimento e integração social aos municípios mais carentes do país.
O governador agradeceu à equipe do Governo Federal e aos estudantes e professores envolvidos no projeto pela atuação no Maranhão. Destacou ainda que a presença da juventude brasileira no Maranhão, no primeiro mês de 2015, é muito importante no momento de implementação de um novo modelo administrativo no Estado, que aposta na igualdade de direitos e na justiça social como caminhos para o desenvolvimento do Maranhão.
“Agradeço a todos os que chegam aqui nesse momento em que estamos começando um novo ciclo de desenvolvimento em nosso Estado. Nessa experiência, vocês vão transformar um pouco a realidade daquelas pessoas, mas também serão transformados ao conhecer o nosso Estado, que precisa avançar muito no campo da promoção de direitos. Esse é o nosso compromisso,” disse.
Flávio Dino aproveitou ainda para anunciar que, a partir de esforços da Secretaria de Juventude, representada pela jovem gestora Tatiana Pereira, os jovens universitários maranhenses estarão cada vez mais engajados nas próximas edições do Projeto Rondon. A pasta será responsável por integrar as universidades e centros de Ensino Superior do Estado para que apresentem mais projetos ao Governo Federal e sejam promotores da igualdade no Maranhão e em outros estados do país.
O coordenador do projeto Rondon em todo o Brasil, general Juan Carlos Orozco, agradeceu a receptividade do Governo do Estado e afirmou que a parceria dos estados e municípios que darão espaço aos rondonistas é fundamental para o êxito na operação. “Conhecendo a realidade do Brasil, levando conhecimento e promovendo direitos nessas cidades, os jovens que aceitaram fazer parte desta edição do Projeto Rondon também terão acesso a mais conhecimento, nessa grande sala de aula que é o nosso país, rico em diversidade,” explicou.
A Operação Jenipapo vai percorrer 13 municípios maranhenses, nas regiões do Munim, Pindaré e Baixada Maranhense. São eles: Alto Alegre do Pindaré, Anajatuba, Arari, Axixá, Cajapió, Icatu, Mata Roma, Matinha, Matões do Norte, Monção, Morros, Santa Rita e São Mateus. Entre as entidades presentes, está também um grupo de alunos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Ifma) de Caxias, que foi selecionado para atuar no projeto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EXCLUSIVO Márlon Reis diz que Senado é “opção possível”

Márlon Reis, ex-juiz, um dos criadores da Lei da Ficha Limpa (Foto: Carlos Gaby) Em entrevista exclusiva ao blogue, o advogado e ex...