Secretário Daniel Souza promete medida criminal para som automotivo



A Secretaria de Meio Ambiente de Imperatriz (Sepluma) suspendeu nesta segunda-feira, 15, a emissão de licenças para realização de festas em ruas da cidade, informa a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, citando como fonte o secretário interino Daniel Souza.

A decisão vale “até posterior deliberação”.  

“Precisamos organizar essa questão e colocá-la em padrões aceitáveis, para não melindrar o sossego público, a paz urbana e a dignidade da pessoa humana. Fechar rua ou avenida e transformar um espaço público de todos em um ambiente de festa privada, com som mecânico e automotivo, acarretando prejuízo a comunidade, não terá mais o apoio da Sepluma,” justificou o secretário, segundo o informe.

A decisão, de acordo com o secretário, revoga as licenças “ora concedidas” e será comunicada à Promotoria do Meio Ambiente, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros,  Secretaria de Trânsito e Superintendência de Defesa Civil.

O secretário, ainda segundo a informação oficial, decidiu pela suspensão após receber denúncia dos pais de um bebê. “[...] um casal, com uma criança de colo, que durante quatro dias de folia, tocada com som automotivo, num trecho de rua bloqueado para festa, ficou em estado deplorável diante do infernizador barulho, que levou a criança a uma crise de vômito. Um país livre e democrático não pode ficar refém de uma situação dessas”.

O secretário - informa a nota - afirmou que vai “combater duramente, não apenas com o fim da licença, mas com a apreensão do som e com a responsabilização, inclusive criminal, de quem ousar desrespeitar a medida”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clã Sarney e o ‘Bloco Sanatório Geral’

Os temas se cruzam com extrema coincidência que pensamos (ou temos certeza) que ainda estamos no auge do coronelismo político no Maranhão...