Inmeq autua veículos irregulares em Imperatriz

Em apenas um dia e meio de fiscalização de cronotacógrafos na BR-010, em Imperatriz, o Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão (Inmeq), órgão delegado do Inmetro, autuou mais de 50 veículos. Dos 140 veículos fiscalizados, 53 foram notificados por irregularidades no instrumento.

A fiscalização faz parte da operação especial "Imperatriz na Medida", iniciada na terça-feira (16). A operação, que tem como objetivo intensificar as ações de fiscalização na Região Tocantina, também já encontrou irregularidades em postos de combustíveis e produtos pré-medidos (os embalados sem a presença do consumidor).

“Os cronotacógrafos são instrumentos obrigatórios em veículos de cargas e passageiros e já encontramos diversas irregularidades como a falta do instrumento ou com o selo fora do prazo de validade”, revelou o metrologista Edvan de Sousa Fernandes.

Um total de 13 fiscais estão em campo, nesta primeira semana, em Imperatriz, onde fiscalizam instrumentos metrológicos como bombas de combustíveis, balanças, cronotacógrafos.

No comércio varejistas são feitas análises de produtos pré-medidos, incluindo os que compõem a cesta básica. O objetivo é constatar se o peso está de acordo com o informado na etiqueta da embalagem.


Os fiscais, também, percorrem lojas do centro comercial para verificar se produtos eletroeletrônicos como secadores de cabelo, chapinhas, ferro de passar roupa, além de cadeiras plásticas, mesas e brinquedos estão dentro dos padrões estabelecidos pelo Inmetro. “Estamos intensificando as nossas ações na Região Tocantina, seguindo uma orientação do governo Flávio Dino de ampliar as fiscalizações no interior e com isso garantir que os consumidores adquiriram produtos certificados pelo Inmetro e paguem o valor real do produto pesado ou medido”, explica o diretor técnico do Inmeq, Zois Gantzias. 

As equipes do Inmeq, também, percorrerão os municípios de Açailândia, Porto Franco, João Lisboa, Senador La Roque, Davinópolis, Amarante, Ribamar Fiquene, Montes Altos, Sítio Novo e Buriticupu. A operação especial se estenderá até o dia 04 de julho.

O consumidor que sentir-se lesado na compra de algum produto pré-medido, produtos sem selo ou mesmo em relação a bombas de combustível e balanças, pode denunciar à Ouvidoria do Inmeq pelo telefone 0800 071 5281.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Câmara não descarta acionar MP para suspender pagamento de contas de energia elétrica em Imperatriz

A comissão de vereadores formada para encaminhar as proposições no relatório que será enviado a autoridades, órgãos e entidades locai...