Fotógrafo da TV Globo é assassinado com tiros de fuzil no Rio


O fotógrafo da área de comunicação da TV Globo, Márcio Alexandre de Sousa, 36, foi morto com cerca de dez tiros de fuzil no bairro de São Cristóvão, zona norte do Rio, no início da tarde deste domingo (20).

De acordo com informações da Polícia Militar, o corpo de Sousa foi encontrado em um dos acessos do morro do Tuiuti, na esquina das ruas General Padilha e Almérico de Sousa e a duas quadras da casa onde morava com a família, no mesmo bairro.

Peritos do ICCE (Instituto de Criminalística Carlos Éboli) estiveram no local para realizar uma perícia e supõem que os tiros tenham sido disparados de longa distância ou de dentro de um carro, pois não foram encontrados cartuchos de munição no local.

Segundo a assessoria da TV Globo, Márcio de Sousa era fotógrafo há cinco anos da emissora e costumava viajar para realizar trabalhos de divulgação do setor artístico. Sua última viagem foi com o elenco da novela "Passione" à Itália.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Perseguição na praia e estacionamento privado

Há décadas, durante quatro meses de veraneio, homens e mulheres do povo aproveitam para engordar suas poucas finanças familiares. Gas...