CLÃ EM DESESPERO: Luís Fernando fracassa e PMDB nacional quer Lobão candidato; ministro das Minas e Energia reluta em aceitar candidatura

Roseana e Luís Fernando: fim do sonho

Patinando en números irrisórios nas pesquisas, o secretário de Infraestrutura, Luís Fernando, vê sua candidatura escorrer pela canaleta como o sangue dos decapitados em Pedrinhas. 

Preferido de Roseana, não emploga e seu nome é fortemente ligado a continuísmo de uma oligarquia que domina o Eatado com mão de ferro e generosos favores a aliados.

Já circulam informações de que a "cúpula sarneysta" no Estado se reuniu esta semana e rifou a pretensão de Luís Fernando, em votação em que apenas Roseana e seu cunhado e secretário de Saúde, Ricardo Murad, resistiram para manter seus caprichos de emplacar o queridinho do Palácio dos Leões. O próprio Sarney já vê no ministro das Minas e Energia, Edson Lobão, a alternativa menos vergonhosa como nome do grupo para encarar Flávio Dino (PCdoB) na dura batalha eleitoral de outubro.

O site Diário do Poder (www.diariodopoder.com,br) mostra em reportagem que a direção nacional do PMDB pressiona para que Lobão seja logo apresentado oficialmente para tentar juntar os cacos e articular uma reaproximação de aliados, que ameaçam pular do barco do clã antes que seja tarde demais.

Leia abaixo íntegra da matéria:    

EM BAIXA
CRISE DEVE DERRUBAR CANDIDATO INDICADO PELO CLÃ SARNEY

Publicado: 16 de janeiro de 2014 às 18:13
Por: Rodrigo Vilela


A crise no sistema carcerário do Maranhão atinge em cheio a esfera política local. As decapitações em Pedrinhas parecem sepultar a candidatura de Luís Fernando Silva (PMDB), secretário da Casa Civil do estado e favorito do clã Sarney.

Luís Fernando não decola nas pesquisas de intenção de voto, parte do PT defende que o partido pule fora do apoio ao PMDB e passe a apoiar Flávio Dino (PCdoB). O caos na segurança pública acendeu a luz amarela no diretório nacional dos peemedebistas que, agora, querem um nome mais forte.

Para não azedar a relação com José Sarney, o PMDB nacional quer indicar para suceder Roseana o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB). O problema é que Lobão, aos 77 anos, não quer encarar a candidatura. O ministro quer trabalhar para eleger Edison Lobão Filho, também do PMDB. Lobão já governou o Maranhão (1991 – 1994) e é considerado nome forte no estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prefeitura troca multas trabalhsitas por equipamentos públicos

Márcia Nardin, representando a 1ª vara do Trabalho de Imperatriz, e o Secretário de Administração José Antonio Pereira Os bairros d...