Dez são presos suspeitos de participação em atentados contra ônibus e delegacia de Polícia em São Luís

Oito dos dez homens do grupo que, segundo a SSP, participaram das ações criminosas em São Luís
Praguinha: segundo a SSP cumpriu ordens que partiram de dentro de Pedrinhas 


O resultado das medidas imediatas adotadas de forma conjunta pelas Polícias Militar e Civil e pelo Corpo de Bombeiros em resposta aos crimes cometidos por grupos criminosos em São Luís foram detalhados pela cúpula da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP) em coletiva à imprensa, na manhã deste domingo (5), na sede da SSP (Outeiro da Cruz). Também foram apresentadas 10 pessoas detidas por participação nos ataques aos ônibus e ao 9º DP (Delegacia do bairro São Francisco), entre elas dois adolescentes apreendidos.

Na ocasião, o secretário de Estado de Segurança Pública, Aluísio Mendes, informou que a ação da polícia foi imediata, evitando que outros crimes fossem cometidos. Segundo ele, a ordem para que ônibus fossem incendiados e que delegacias e policiais fossem alvos dos bandidos, partiu de dentro do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. A autorização foi dada pelo criminoso Jorge Henrique Amorim Matias, o "Dragão", e recebida por Hilton Jhon Alves Araújo, o "Praguinha", do lado de fora do presídio.

De acordo com Mendes, a Secretaria Adjunta de Inteligência da SSP descobriu o plano minutos antes do início da ação criminosa e conseguiu evitar que mais coletivos fossem queimados. "Nós reforçamos o policiamento na mesma hora, inclusive nos terminais de ônibus, e colocamos policiais dentro de alguns coletivos. Mas, a frota de ônibus em São Luís é muito grande e, por essa razão, não deu tempo de evitar o que aconteceu com os 3 ônibus, dois  queimados totalmente e um parcialmente", disse Aluísio Mendes, lembrando que também houve uma tentativa sem sucesso.

"O Estado está dando uma resposta efetiva, prendendo esses elementos e a polícia continua nas ruas para garantir tranquilidade à população. Precisamos unir esforços, haja vista que se trata de uma luta do bem contra o mal, mas é bom ressaltar que o bem está vencendo", frisou o secretário, informando que há grupos criminosos semelhantes atuando em todos os estados do Brasil.

O secretário afirmou que os episódios serviram para mostrar o modus operandi dos grupos criminosos que agem em todo o Brasil. Crimes semelhantes já aconteceram em estados como São Paulo, Santa Catarina, Paraná e Rio de Janeiro, entre outros.

Aluisio Mendes informou, ainda, que em 2013, 85% dos homicídios no Maranhão foram relacionados ao tráfico de droga e que a comunicação de detentos de dentro para fora do presídio ainda é um problema que atinge todo o sistema prisional brasileiro, pois ainda não há tecnologia eficiente. Também participaram da coletiva, o comandante geral da Polícia Militar, Zanoni Porto; a delegada geral de Polícia Civil, Cristina Meneses; o comandante geral do Corpo de Bombeiros, João Vanderley Pereira; o subdelegado geral, Marcos Afonso Junior; os secretários adjuntos da SSP, Laércio Costa e coronel Antônio Roberto Silva.

Os detidos

Entre os presos apresentados neste domingo (5), está Hilton John Alves Araújo, 27 anos, o "Praguinha", que coordenou as ações de fora do presídio, condenado a 20 anos em regime fechado por crime de homicídio. Ele estava foragido desde o ano de 2012, quando recebeu da Justiça o benefício da saída temporária de Natal e não retornou à Penitenciária de Pedrinhas. A polícia conseguiu prendê-lo novamente em janeiro de 2013, mas em outubro passado a Justiça concedeu a ele, mais uma vez, a liberdade, dando ordem de soltura por considerar que havia decurso de prazo (morosidade) no recurso interposto contra sua condenação.

A polícia apresentou ainda Jorge Henrique Amorim Martins, 21, o "Dragão"(ele deu as ordens de dentro do presídio), preso em flagrante no dia 27 de dezembro de 2012, por roubo qualificado; Wilderley Moraes, 25, o “"Paiakan", que foi preso no dia 18 de outubro de 2013; Diego da Silva do Carmo, 20, o "Mocozinho", com 9 passagens pela polícia por roubo, furto e lesão corporal; Francisco Antônio Lobato Junior, 26, o "Frazão", detido por homicídio e roubo; Rogenilson Boaventura Brito, 22, o "Pelado"; Luís Gustavo do Nascimento, 18, o “"Melônio"” ou “"Gustavo"; e Ismael Caldas de Sousa, 25, o "Piranha", preso por homicídio, tráfico e roubo.

O secretário Aluísio Mendes, após apresentar os presos, informou que todos os crimes foram motivados em resposta às ações de moralização e disciplina no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, objetivando conter a animosidade entre grupos criminosos que disputam o controle do tráfico de drogas na Região Metropolitana de São Luís.

Ao final da coletiva, Aluísio Mendes declarou que a polícia havia acabado de prender o criminoso que atirou contra uma viatura da Delegacia da Liberdade. O responsável foi Bruno Airton Carneiro, 19 anos, conhecido como "Bruno".

SOBRE A SAÚDE DAS VÍTIMAS DO VANDALISMO NOS ÔNIBUS

As duas crianças foram transferidas para o Hospital Estadual Juvêncio Matos, onde foi criada equipe especializada extra para o atendimento. Os três adultos, para o Hospital Tarquinio Lopes Filho (Geral)

- Ana Clara Santos Sousa - 6 anos
Paciente grave, com 95% do corpo queimado, em ventilação mecânica. Está na UTI Pediátrica, leito de isolamento do Hospital Estadual Juvêncio Matos.

- Lorane Beatriz Santos - 1 ano e 5 meses
Está no Hospital Estadual Infantil Juvêncio Matos, apresentando queimadura em 20% do corpo em pernas e braço esquerdo. Está estável e encontra-se em leito de isolamento da enfermaria pediátrica.

- Abiancy Silva dos Santos - 35 anos
Internada em enfermaria, com queimadura 2 grau em membro superior direito e abdome, quadro clínico estável. Será realizado procedimento cirúrgico hoje (será o curativo cirúrgico de queimado)

- Márcio Ronny da Cruz Nunes - 37anos
Grande queimado em torno de 72% de área queimada, internado em UTI, grave. Será submetido a procedimento cirúrgico hoje

- Juliane Carvalho Santos - 22 anos
Mãe das crianças, média queimada 40% de área queimada, internada em unidade intermediária. Será submetida a curativo cirúrgico.

Com informações da Secretaria de Sefurança do Maranhão
Fotos: Handson Chagas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Câmara aprova 6.29% de reajuste para a Educação

A Câmara Municipal aprovou nesta quinta-feira (25) projeto de reajuste salarial de 6.29% para os servidores da Educação e a isonomia ...