Quadrilha presa na madrugada desta 2ª é suspeita de executar ataques a ônibus em SL


SÃO LUÍS – A Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) realizou, na madrugada desta segunda-feira (6), operação na Vila Sarney, em São Luís, que resultou na prisão de uma quadrilha suspeita de participar dos ataques a ônibus na noite da última sexta-feira (3). De acordo com as primeiras informações, a quadrilha seria a responsável pela organização e execução do ataque onde duas crianças teriam sido vítimas, uma delas com queimaduras em mais de 90% do corpo.

Ao todo, seis suspeitos foram presos. A última prisão foi efetuada após buscas em área de mata. A PM-MA ainda não divulgou os nomes dos suspeitos. Queimaduras no corpo de, pelo menos, um dos homens reforçam as suspeitas de participação no ataque.

Ontem (5), 10 pessoas – entre elas dois adolescentes – foram apresentadas pela cúpula da Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), suspeitas de terem participado dos ataques. Entre os presos que foram apresentados, está o que comandou as ações, Hilton John Alves Araújo, 27 anos (conhecido como “Praguinha”), condenado a 20 anos em regime fechado, por crime de homicídio. Segundo a SSP, "Praguinha” esteve foragido no ano de 2012, quando recebeu da Justiça o benefício de indulto de Natal e não retornou à Penitenciária de Pedrinhas.

Os outros presos foram identificados como: Jorge Henrique Amorim Martins, conhecido como “Dragão”. De acordo com a polícia, foi quem deu às ordens de dentro do presídio para os ataques. Wilderley Moraes, conhecido como “Paiakam” um dos líderes de uma facção criminosa que age na capital. Diego da Silva do Carmo, Francisco Antônio Lobato Júnior, Rogenilson Boa Ventura Brito, Luís Gustavo do Nascimento, Ismael Calda de Sousa.

Ataques

Quatro episódios envolvendo ônibus coletivo foram registrados na capital na última sexta-feira. O primeiro ocorreu no Bairro do João Paulo, onde cerca de cinco elementos interceptaram o veículo, mandaram os passageiros descerem e atearam fogo.

Houve também ataques na Vila Sarney, Ilhinha e uma tentativa no Jardim América. Em todas as ocorrências, as polícias Militar, Civil e o Corpo de Bombeiros foram acionados. O 9º Distrito Policial (São Francisco), também, foi alvo dos bandidos.

Na noite de sábado (4), o 8º Distrito Policial (DP), localizado no bairro da Liberdade, foi alvejado por três tiros. Os disparos atingiram, ainda, uma viatura da polícia. De acordo com informações de testemunhas, os atiradores estavam em um Chevrolet Celta de cor prata e placas não identificadas. Não há registro de feridos.

Fonte: Portal Imirante 
Para ler mais notícias do Imirante acesse imirante.globo.com
Foto: De Jesus, O Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Prefeitura troca multas trabalhsitas por equipamentos públicos

Márcia Nardin, representando a 1ª vara do Trabalho de Imperatriz, e o Secretário de Administração José Antonio Pereira Os bairros d...