“Grande desafio é fazer com que o estado avance”, defende Flávio Dino, em entrevista ao IG



Em entrevista ao portal IG, o governador eleito Flávio Dino indicou como vai concretizar algumas das propostas de seu Programa de Governo, apresentado à população maranhense durante a campanha eleitoral. Entre os assuntos tratados, o trabalho para melhorar os indicadores sociais e econômicos do Maranhão, a garantia da qualidade dos investimentos públicos e as ações que desempenhará para que o sistema penitenciário atue na normalidade até o final do primeiro ano de governo.

Eleito em primeiro turno com 63,52% dos votos válidos, Flávio Dino destacou o resultado eleitoral como reflexo de que a população deseja mudança política visando à melhoria da qualidade de vida e dos indicadores sociais. “Nosso grande desafio é fazer com que o estado avance. Para isso, precisamos melhorar a qualidade dos investimentos públicos, alavancar as parcerias federais, estimular os investimentos privados e verticalizar as cadeias produtivas”, disse Flávio, ao destacar ações que pretende realizar a partir de 1º de janeiro.  

A melhoria dos indicadores sociais do Maranhão, em análise feita pelo governador eleito, está intrinsecamente ligada à conjuntura econômica, ao crescimento do PIB e ao comportamento de investidores privados. A forma de gerir o Estado também é ponto para o desenvolvimento. Para ele, é importante aplicar o dinheiro público com transparência, probidade e honestidade.

Para incentivar a economia, Flávio Dino considera indispensável a repactuação com o setor privado. “Precisamos acabar com o patrimonialismo, marca de um período de hegemonia no estado, pactuando uma relação republicana que estimule investidores privados, verticalizar as cadeias e estimular o ingresso de novos investidores, levando em conta as nossas vantagens competitivas”, afirmou, ao destacar importantes características do Maranhão, como água, energia, três ferrovias e o melhor complexo portuário do país quanto à localização. 

Outro ponto abordado na entrevista diz respeito ao trabalho que será aplicado no sistema prisional. Nesta segunda-feira (17), Flávio Dino anunciou Murilo Andrade, que possui ampla experiência na área, como próximo secretário de Administração Penitenciária. Com empenho e novas práticas, o governador eleito acredita que ainda no primeiro ano de gestão, o sistema funcionará dentro da normalidade.

Para isso, aposta em três caminhos essenciais para atingir essa meta: retomada do controle do Estado sobre o sistema, funcionamento de novas unidades prisionais e humanização na execução penal, utilizando métodos como a Apac - Associação de Proteção e Assistência aos Condenados. “Vamos avançar em novas formas institucionais, de co-gestão, firmando parcerias que possam nos ajudar a reverter a situação atual do sistema”, acredita Flávio Dino. 

A entrevista foi realizada por Tales Faria (publisher do iG), Rodrigo de Almeida (diretor de jornalismo), Paula Pacheco (editora executiva de Último Segundo e Economia) e Wanderlei Preite Sobrinho (repórter especial). 

O conteúdo completo da entrevista está disponível no link: http://tvig.ig.com.br/noticias/politica

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EXCLUSIVO Márlon Reis diz que Senado é “opção possível”

Márlon Reis, ex-juiz, um dos criadores da Lei da Ficha Limpa (Foto: Carlos Gaby) Em entrevista exclusiva ao blogue, o advogado e ex...