Conservatório formará músicos em comunidades carentes de Imperatriz

O projeto social é uma parceria entre a Prefeitura de Imperatriz e Eletrobras/Eletronorte
            Na manhã desta terça-feira (16), o presidente da Fundação Cultural de Imperatriz – FCI, Antonio Mariano Lucena Filho e o coordenador de Música da FCI, maestro Giovanni Pietrinni, receberam em Imperatriz, o gerente em exercício da Gerência de Relações Institucionais do Eixo Leste da Eletrobras/Eletronorte, Roberto Nonato da Costa Souza, que coordena os estados do Maranhão e Tocantins.


            Antes de uma audiência com o prefeito Sebastião Madeira, o representante da empresa parceira foi acompanhar, mais uma vez, o andamento das obras do Conservatório de Música de Imperatriz, construído numa parceria entre a Prefeitura e a Eletrobras/Eletronorte. O suntuoso prédio fica situado à Rua Bom Jesus, na confluência da Rua W 6, no populoso bairro Santa Rita.


            Construído numa área de 517,19m2, o prédio possui quatro salas de aulas, cujas paredes são revertidas com tecnologia Drywall, com terra isolamento acústico e tratamento acústico, “o que existe de mais moderno no mundo está sendo aplicado nesse prédio desde o início de sua construção”, afirma orgulhoso, o maestro Giovanni Pietrinni, que vem acompanhando passo a passo a construção do Conservatório.   
  

            Além das quatro salas de aula, o prédio possui um auditório acústico com 98 cadeiras, com a mesma tecnologia utilizada nas salas, “apropriado para gravações de shows ao vivo”, observa Lucena Filho, apresentando ainda um espaçoso camarim destinado aos artistas e músicos. Compõe ainda o prédio, uma sala da diretoria, outra dos professores, banheiros e uma área de vivência completa os 800m2 da área total.


            O moderno prédio oferece acessibilidade às pessoas com deficiência física. De acordo com o maestro Pietrinni, o Conservatório de Música de Imperatriz deverá funcionar nos três turnos (manhã, tarde e noite). “Desta forma, temos capacidade de atender até 1.200 alunos por semestre”, afirma Pietrinni. O Conservatório de Música está sendo estrategicamente construído no Grande Santa Rita que concentra vários bairros periféricos.


            Origem – O presidente da Fundação Cultural de Imperatriz, Lucena Filho, lembrou que a ideia de construção de um Conservatório de Música surgiu quando o projeto Arte & Cidadania visitou a Escola Municipal Elisa Nunes, situada ao lado do Conservatório. “A iniciativa do juiz Delvan Tavares, podemos afirmar, foi de fundamental importância na concepção desse projeto”, reconhece Lucena Filho.


            Em reunião com o procurador federal do Trabalho, Ítalo Rodrigues, o juiz Delvan Tavares conseguiu o recurso junto a Eletrobras/Eletronorte, que se tornou uma forte parceira. “O Conservatório de Música de Imperatriz é um projeto de inclusão social que temos orgulho de ter a prefeitura como parceira”, afirma Roberto Souza, gerente em exercício de Relações Institucionais do Eixo Leste


Domingos Cezar [ASCOM]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Câmara aprova 6.29% de reajuste para a Educação

A Câmara Municipal aprovou nesta quinta-feira (25) projeto de reajuste salarial de 6.29% para os servidores da Educação e a isonomia ...