Hospital Macrorregional de Santa Inês disponibiliza serviço de pediatria

Crianças da região do Médio Mearim passam a contar com o serviço de pediatria, disponível no Hospital Macrorregional Tomás Martins, inaugurado pelo governador Flávio Dino na quinta-feira (25). Com 26 leitos duplos, 5 consultórios e 12 de UTI, a ala pediátrica está pronta para receber os pequenos pacientes para consultas e cirurgias. Com um ambiente descontraído para abrigar o público infantil, toda a ala foi adaptada para tornar o momento de recuperação da criança leve e tranquilo.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, a estrutura permitirá mais assistência à população, principalmente no contexto da média e alta complexidade. “Aqui em Santa Inês, o Hospital Macrorregional atenderá um público diverso, o que inclui o atendimento infantil, que recebeu uma atenção toda especial na unidade. Vamos dispor, ainda, de diversas especialidades médicas, para que as pessoas tenham atendimento médico gratuito, amplo e de qualidade”, afirmou Carlos Lula.

Além do serviço pediátrico, ortopedia, clínica médica, cardiologia, neurologia, nefrologia e cirurgia geral estão à disposição da população, que pode contar com a realização de exames específicos como ultrassonografia, endoscopia, raio X e tomografia. A área total do hospital é de 16.200 metros quadrados e área construída, de 5.525,72 metros quadrados.

No setor de exames de imagem, a unidade hospitalar disponibilizará ultrassonografias para ampliar a possibilidade de acompanhamento das gestações e colaborar com a redução do risco de morte materna e neonatal. Anteriormente, na rede pública de saúde somente o Hospital Municipal dispunha deste serviço, além da rede privada.

No caso da endoscopia, o serviço é inédito para a região que, pela primeira vez, será guarnecida com o exame dentro da rede pública de saúde. A demanda, assim como as demais contempladas no hospital, foi mapeada para atender as necessidades prioritárias da regional de saúde de Santa Inês. O gastroenterologista Edvaldo Lemos, destaca a importância da unidade de saúde oferecer este tipo de exame. “Com a endoscopia feita no hospital, médico e paciente contam com agilidade para diagnóstico e prescrição de medicamento, evitando gravidades estomacais”, comentou Edvaldo.

Dois aparelhos de ultrassom, um tomógrafo, três de raio X e um endoscópio compõem o maquinário da unidade de saúde. Mais de 500 ultrassons, 400 endoscopias, 800 raios X e 900 tomografias serão realizados no HMTM. Os exames laboratoriais podem ser feitos no próprio laboratório da unidade e com resultados entregues ao especialista.

A diretora administrativa da unidade, Thayse Lima, afirma que a chegada destes aparelhos auxiliará no rápido diagnóstico dos pacientes. “A região de Santa Inês e municípios vizinhos esperava há muitos anos por um hospital deste porte, que pudesse atender de forma completa o paciente. Agora ele pode realizar não somente a consulta, mas também já sai com o exame feito”, destacou Thayse.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

A criação da Comenda Frei Manoel Procópio

Maior honraria concedia pelo Município de Imperatriz, a Comenda Frei Manoel Procópio leva o nome do missionário, considerado o fundador...