Coronel Melo: versão "light"

O coronel Francisco Melo deu uma trégua na batalha que move contra o atual comando da Polícia Militar do Maranhão e o governo de Roseana Sarney.
Melo está em Imperatriz, passando as festas de final de ano com a família. Conversei com ele no início na noite de sábado, 25, uma conversa informal, no “meio da rua”.
O coronel não quis falar de política. Negou que tenha cumprido prisão disciplinar em São Luís por conta das denúncias que fez contra o atual comandante da corporação, Franklin Pacheco, (“Posso mostrar meu salvo conduto”).
Melo disse que está focado agora na conclusão de sua pós-graduação. Segundo ele, graduou-se em Direito. “Passei no exame e já tenho a carteira da OAB”.
Depois procurou amenidades. Quis saber de como anda a cidade, perguntou por conhecidos, e avisou que faria visitas de cortesia a  alguns deles.
No final, com um sorriso maroto, deixou no ar que a política ainda o fascina, e que está mais perto dela do que se imagina.
Melo é ex-comandante do 3° Batalhão de Polícia Militar de Imperatriz, do Policiamento Metropolitano da Capital e foi homem forte no governo Jackson Lago. Disputou, em 2004, a prefeitura de Imperatriz pelo PDT.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CONCURSO: 100 mil disputam vagas na PM/MA

Cerca de 100 mil candidatos disputam 1.214 vagas nas carreiras de soldado e tenente, com exigência de níveis médio e superior, no concurs...