Legalização de bingos ganha prioridade


O requerimento de urgência do projeto que legaliza os bingos foi aprovado, nesta quarta-feira, com apenas um voto a mais do que os 257 necessários. Com isso, o texto passa a ter prioridade de votação no plenário.
A intenção dos líderes partidários é votar o projeto ainda hoje. O placar, porém, de 258 sim contra 98 não, mostra que o assunto sofre resistência. Ontem, os deputados já haviam tentado aprovar a urgência sem sucesso.
Antes de apreciar o mérito da proposta, os deputado ainda devem votar a prorrogação da Lei Kandir e o Supersimples.
O governo aceitou colocar o texto em pauta para conseguir votar o projeto ligado ao pré-sal, na semana passada. A orientação de Cândido Vaccarezza (PT-SP), líder do governo é pautar a matéria, liberando a votação do mérito.
O texto em discussão permite a abertura de casas exclusivas para bingos, videobingos e videojogo, onde poderiam jogar maiores de idade que não sejam viciados em jogo. As casas teriam que devolver em prêmios entre 70 e 80% dos valores apostados.
O presidente da Força Sindical, deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), um dos principais defensores do projeto, alega que a reabertura de bingos irá criar 120 mil empregos diretos e 300 mil indiretos no país. Além disso, a proposta geraria cerca de R$ 2 bilhões mensais de impostos, diz ele.

(MARIA CLARA CABRAL, Folha.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Piracanjuba: Quem é o pai?

Coisas de nossa política paroquiana. Cada vez que ganhamos uma obra, um investimento, um empreendimento, um alvoroço se instala no se...