Clayton assume defesa do governo nas redes sociais

O secretário Clayton Noleto (Infraestrutura), presidente do PCdoB de Imperatriz, é hoje um dos assessores mais próximos do governador Flávio Dino, e tem feito sua parte na defesa do governo.
Testemunha de poder das mudanças alcançadas em dois anos de mandato do primeiro governador comunista do país, Noleto puxa parte do secretariado na missão.

Tem atuado principalmente nas redes sociais, onde tem centenas de seguidores. E orientado sua militância e os quadros do partido na região tocantina a seguir seu exemplo.

No Twitter, Clayton é muito ativo. Em uma de suas últimas postagens, revela nas linhas claras algumas ações de forte impacto de sua pasta em 2017.  Diz ele: “Quem for contra o Maranhão, ajeite-se na poltrona que vem muita coisa por aí: escola digna, rodovias sendo concluídas, novas rodovias...”.

Transparência
O Ministério Público exigiu três declarações de novos assessores indicados pelos vereadores para trabalharem em seus gabinetes.

Prontamente a presidência da Câmara de Imperatriz atendeu à determinação. Só será nomeado quem apresentar as três declarações: de bens, de não ter grau de parentesco com vereadores (nepotismo cruzado) e de não ter outra função ou cargo no serviço público.

Retorno
Há consenso entre as bancadas do PDT, PCdoB e PSB na Assembleia Legislativa para que o deputado Marco Aurélio retorne à presidência da Comissão de Constituição Justiça (CCJ), a comissão mais importante do parlamento estadual.

O mandato nas comissões da Assembleia é de 1 ano. Marco Aurélio dirigiu a CCJ em 2015 – em 2016 foi Rafael Leitoa (PDT).

Caos
Que coisa feia! O ex-prefeito de Governador Edison Lobão, Evando Viana, acusado de nepotismo quando no cargo, deixou terra arrasada para Geraldo Braga (PCdoB), seu sucessor.

Parte do funcionalismo com quatro meses de salários atrasados mais 13º, ruas esburacadas, prédios públicos e escolas às traças e estradas vicinais intrafegáveis.  

‘Fantasmas” larápios
Aconteceu em Nova Gama (GO) no Réveillon. Ainda de posse de chaves que davam acesso ao interior do prédio da Prefeitura, dois ex-secretários se fantasiaram de “fantasmas”, usando lençóis para cobrir o corpo, e furtaram uma impressora. As imagens foram registradas pelas câmeras de segurança.

Na delegacia, um deles disse que os dois estavam bêbados e que queriam apenas assustar os seguranças.

Relatório da Prefeitura aponta que mais itens sumiram do prédio, além da impressora - um computador e mais uma impressora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CASO NENZIN - Roseana e Sarney Filho se calam após a prisão de Júnior

Roseana faz campanha para Júnior (camisa e boné verde); ele, segundo a Polícia, é o mandante da morte do próprio pai, o ex-prefeito Nenzin...