Justiça do Tocantins proíbe site de publicar denúncias



Por Natalia Mazotte

Um juiz do Estado do Tocantins proibiu por tempo indeterminado o portal Arnaldo Filho, site de notícias da cidade de Araguaína, de publicar matéria que trazia denúncias de ex-funcionários de um colégio do município, informou o Conexão Tocantins.

Em nota, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Tocantins repudiou a decisão, considerada como censura à imprensa e atentado contra a liberdade de expressão. A entidade informou ainda que encaminhará o caso ao Conselho Nacional de Justiça, ao Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins e à Federação Nacional dos Jornalistas.

“O Brasil vive hoje uma democracia plena, princípio este que não combina mais com atitudes que firam a livre manifestação de pensamento”, afirmou Júlio Veras, presidente do Sindicato.

Fonte: Blog Jornalismo nas Américas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CASO NENZIN - Roseana e Sarney Filho se calam após a prisão de Júnior

Roseana faz campanha para Júnior (camisa e boné verde); ele, segundo a Polícia, é o mandante da morte do próprio pai, o ex-prefeito Nenzin...