TIMON INAUGURA SEGUNDA BIBLIOTECA RURAL

As palavras ansiedade e satisfação significam bem os sentimentos dos moradores do povoado de Canhaçu, zona rural de Timon. Nesta, quinta-feira, (5), eles receberam uma minibiblioteca rural. O acervo possui 150 títulos com conteúdos voltados para técnicas agrícolas, que estimulam a prática da leitura, mediante a divulgação de informações trabalhadas em práticas sustentáveis por meio de cartilhas, livros e materiais audiovisuais. Com o novo acervo, mais de 70 famílias e demais moradores de 15 povoados vizinhos vão passar a ter contato com o conhecimento.

O Projeto nasceu de uma parceria entre a Prefeitura de Timon, através das Secretarias Municipais de Educação (Semed), Desenvolvimento Rural (SMDR) e Embrapa, por meio do programa Brasil sem Miséria, do Governo federal.

Canhaçu é o segundo povoado a ser contemplado com a minibiblioteca, o primeiro a receber o conjunto de livros foi o povoado de Brejo Pascoal, em maio deste ano. A escolha foi feita através de um levantamento realizado pela Secretaria de Educação, que selecionou neste primeiro momento, quatro povoados. Os critérios utilizados foram baseados na quantidade de alunos por região e na capacidade de desenvolvimento do local. Os próximos povoados, que vão receber os títulos são: Santa Maria e Tamanduá.

A coordenadora de ensino do campo da Secretaria de Educação, Leila Cristina, ressaltou durante a solenidade da entrega dos livros, que outros povoados também devem ser contemplados com o recebimento da biblioteca, a ideia é ampliar ao máximo o acesso da população a leitura. “O acervo vai ajudar o pequeno agricultor e os alunos da região a desenvolverem e ampliarem seus conhecimentos, que são necessários dentro e fora das escolas”, comentou a coordenadora.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Rural, Luiz Segundo, “a doação dos títulos vai levar à população de Canhaçu a oportunidade do contato com os livros, além de oferecer ao agricultor a possibilidade de ampliar os conhecimentos, até então adquiridos na prática, agora eles vão poder devorar os livros e aprimorar as técnicas de acordo com suas aptidões e assim produzir mais e melhor”.


Na ocasião foi deixado claro, que a responsabilidade do acervo é de todos da comunidade, mas que funcionários da unidade escolar Azelina Assunção Silva, local onde a minibiblioteca ficará instalada, vão controlar o empréstimo de livros do acervo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

“Onde tem maranhense, o Governo está presente”

Fonte:  Secap e Seduc Texto:  Izabella Silveira e Raphael Garreto Fotos:  Gilson Teixeira e Jardel Scot 08/12/2017 Na última sexta...