STF NEGA PEDIDO DE INDENIZAÇÃO DA FAMÍLIA DE JANGO AOS EUA

A família do ex-presidente João Goulart [1961-1964] teve um pedido de indenização por danos materiais e morais aos Estados Unidos negado pela ministra do STF (Supremo Tribunal Federal) Ellen Gracie.
Segundo a família, os EUA contribuíram decisivamente para o golpe militar de 1964 que o tirou do poder.
A família de Jango usou como argumento livro do então embaixador americano Lincoln Gordon, morto no ano passado, confirmando a participação dos EUA no golpe.
A viúva de Jango, Maria Thereza Goulart, e seus filhos --João Vicente Fontella Goulart e Denise Fontella Goulart-- reclamam ainda que passaram a sofrer perseguições, ameaças e dificuldades financeiras após o golpe.
O pedido contra os EUA já havia sido negado nas outras instâncias.
Para a ministra, o tipo de ação --uma reclamação-- é inadequado para a questão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Perseguição na praia e estacionamento privado

Há décadas, durante quatro meses de veraneio, homens e mulheres do povo aproveitam para engordar suas poucas finanças familiares. Gas...