Maranhão do Sul pega carona em projetos divisionistas do Pará e Piauí

Um acordo de "apoio recíproco" entre deputados federais pode ajudar na aprovação de plebiscitos sobre a criação de novos Estados.

No início do mês, a Câmara dos Deputados aprovou a realização de uma consulta popular sobre a criação de dois novos Estados a partir do Pará: Carajás e Tapajós.

"Ajudamos os líderes [que articularam a divisão] do Pará a aprovar o requerimento deles e eles vão nos ajudar com o nosso", disse o deputado Júlio Cesar Lima (DEM-PI), sobre seu projeto de plebiscito para dividir o Piauí em dois Estados.

O novo Estado se chamaria Gurgueia e englobaria 87 municípios no sul do Piauí.

Em 2010, Lima fez um requerimento para que o projeto fosse apreciado em regime de urgência. Até agora, porém, ele não foi à votação.

O deputado Giovanni Queiroz (PDT-PA), autor do projeto do plebiscito sobre o Estado de Carajás, disse que a criação de Gurgueia tem seu "apoio pessoal".

O plebiscito sobre Carajás deve ser feito em seis meses. Já o projeto do plebiscito sobre Tapajós ainda depende de aprovação no Senado.

MARANHÃO

No dia seguinte à aprovação pela Câmara da realização da consulta sobre a divisão do Pará, o deputado Francisco Escórcio (PMDB-MA) apresentou um requerimento para que o projeto sobre um plebiscito sobre a criação do Maranhão do Sul fosse votado em plenário.

Escórcio --que foi favorável ao plebiscito sobre a divisão do Pará e apoia o do Piauí-- disse que há conversas entre os deputados para a aprovação de plebiscitos.

Se criado, o Maranhão do Sul terá 49 municípios.

BAHIA

O deputado Oziel Oliveira (PDT-BA) divulgou nesta semana que vai apresentar uma proposta de plebiscito sobre a separação da Bahia.

A ideia é criar o Estado do São Francisco, com 35 municípios no oeste da Bahia.

A base política de Oliveira é a cidade de Luís Eduardo Magalhães, ela mesma criada em 1998, depois da realização de um referendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Perseguição na praia e estacionamento privado

Há décadas, durante quatro meses de veraneio, homens e mulheres do povo aproveitam para engordar suas poucas finanças familiares. Gas...