Na cadeira ou na cozinha, ele é o cara

O retorno do advogado Lula Almeida ao governo Madeira é o assunto da hora na imprensa, nos blogues e nas conversas paralelas.

Especialistas na blogosfera procopiana, após minuciosa análise dos ditos e escritos, arrematam a conclusão: “Aí tem!”

Lula deve voltar mesmo ao governo?!

E se voltar, gente crítica ao prefeito tucano, inclusive comentarista incisivo da corte bicuda, vai morder uma rapinha?!

Bom, pode ser uma sondagem do núcleo pensante do governo. “Vamos jogar a coisa no ar, pra sentir”.

Uma coisa é certa: Lula jamais ficará de fora da campanha do ano que vem. Desde a primeira de Madeira, o advogado, craque no convencimento e nos dribles da política, sempre foi o cara da arrecadação. Negociou com deus e o diabo para encher o jacá tucano de bufunfa que bancasse as campanhas do amigo dileto.

Gostem ou não, Lula e Madeira nunca deixarão as conversas de beira de cama de mão.

O bom baiano dá as cartas, na penumbra ou sob os holofotes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Perseguição na praia e estacionamento privado

Há décadas, durante quatro meses de veraneio, homens e mulheres do povo aproveitam para engordar suas poucas finanças familiares. Gas...