DIREITOS HUMANOS - Juiz Márlon Reis recebe homenagem do Senado

O juiz Márlon Reis (foto), titular da 2ª Vara da comarca de João Lisboa (MA), foi agraciado nesta terça-feira (3) com a Comenda de Direitos Humanos Dom Hélder Câmara, em sessão especial, no Plenário do Senado Federal, em Brasília, com a presença da presidente do Tribunal de Justiça eleita para o biênio 2014/2015, desembargadora Cleonice Freire.

"Pelo seu trabalho incansável por eleições mais justas e democráticas, o magistrado é merecedor da honraria, que é concedida anualmente a cinco pessoas que tenham oferecido contribuição relevante à defesa dos direitos humanos no Brasil", assinalou Cleonice Freire.

Márlon Reis – que é membro do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE) – foi um dos idealizadores e redatores da Lei Complementar 135, iniciativa popular conhecida como Lei da Ficha Limpa.

A indicação do seu nome para receber a honraria foi feita pelo senador gaúcho Pedro Simon (PMDB), que considera a história de vida do magistrado um exemplo de luta.

A comenda foi instituída por projeto de lei do Senado, de autoria do ex-senador José Nery, e é uma homenagem ao ex-arcebispo de Olinda e Recife, Dom Hélder Câmara (1909-1999), notório por sua atuação na defesa dos mais pobres e dos perseguidos políticos durante a ditadura militar no Brasil. A condecoração está em sua quarta edição.

Assessoria de Comunicação do TJMA

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A criação da Comenda Frei Manoel Procópio

Maior honraria concedia pelo Município de Imperatriz, a Comenda Frei Manoel Procópio leva o nome do missionário, considerado o fundador...