Risco de desabamento do teto da Academia de Letras


Tem mais de um ano, uma inspeção do Corpo de Bombeiros detectou risco de desabamento do teto do prédio da Academia Imperatrizense de Letras (AIL), localizado na rua Cel. Manoel Bandeira com Urbano Santos, em frente à Praça da Cultura. Quem me confirma, pelo Facebook, é o jornalista, historiador e editor Adalberto Franklin, membro da Academia.

"O Corpo de Bombeiros detectou comprometimento da sustentação do telhado há mais de um ano. Foi feito inclusive escoramento (e assim funcionou durante todo o ano de 2013). Seria necessário trocar todo o telhado", informa Franklin.

A AIL está em recesso, e a Secretaria de Infraestrutura do Município iniciou nesta segunda 30 as obras de reforma do teto, que será trocado por um novo - madeira e telhas. 

Segundo o jornalista, "a AIL já fez umas três reformas no prédio, com recursos conseguidos junto ao Governo do Estado e emendas parlamentares, e até com a ajuda de alguns empresários". "Foi trocado todo o piso; recuperado paredes, pinturas, móveis etc". 

Franklin esclarece que "desde 1993 (gestão de Salvador Rodrigues), a AIL tem um contrato de comodato do prédio. A Prefeitura paga a água e energia e cede dois funcionários: um vigia noturno e um de serviços gerais. O Estado tem cedido uma bibliotecária".

De acordo com o historiador, "o prédio foi construído entre 1948 e 1950, no governo de Simplício Moreira". Além de sede da Prefeitura, já abrigou o Fórum, a Câmara de Vereadores e o Paço da Cultura - espaço cultural com salas para apresentações artísticas e exposições de livros e obras de artistas plásticos regionais.
  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Audiência pública debaterá tarifas cobradas pela Cemar

Presidente da Câmara, José Carlos Soares, criticou durante a Cemar (Foto: Fábio Barbosa/Assimp) A Companhia Energética do Maranhão ...