PSDB quer enquadrar Madeira


A cúpula do PSDB do Maranhão não quer saber de apoio ou aliança com Roseana Sarney. Parece um recado ao prefeito  Sebastião Madeira.

Em pronunciamento na Assembléia Legislativa, o deputado Neto Evangelista destacou o “discurso de unidade” entre os partidos de oposição durante encontro político realizado em Timon no final de semana.

Segundo matéria da assessoria da AL, “ainda durante seu pronunciamento, o deputado tucano também fez referência ao recente encontro do PSDB que definiu o nome do deputado federal Carlos Brandão como o novo presidente do diretório estadual do partido”.

“Neto Evangelista salientou”, destaca outro trecho da matéria, “que o processo de composição definitiva do diretório acontecerá nos próximos dias e ele já colocou o seu nome à disposição para assumir a Secretaria Geral da legenda”.

Nos últimos anos, o PSDB maranhense vinha sendo fatiado entre os grupos dos prefeitos João Castelo (São Luís) e Madeira (Imperatriz), e do ex-deputado Roberto Rocha (hoje no PSB).

Carlos Brandão é aliado do ex-governador Zé Reinaldo e adversário ferrenho do grupo Sarney. Não suporta a aproximação dos atuais prefeitos das duas maiores cidades maranhenses  com a governadora Roseana.

Madeira patina no fio da navalha. Um aliado do prefeito foi radical em sua análise: “O Madeira não quer largar dois defuntos. Um é a Roseana, que está ‘morta’ em Imperatriz, e o outro, é o espólio político do falecido Jackson Lago”.

Ponto. Madeira não quer perder o apoio da governadora, aliás, traduzindo, não quer perder os recursos do governo do estado, nem se afastar de aliados da campanha passada, PDT principalmente.

Nas primeiras chuvas de novembro, ironicamente, o quadro estará mais claro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Perseguição na praia e estacionamento privado

Há décadas, durante quatro meses de veraneio, homens e mulheres do povo aproveitam para engordar suas poucas finanças familiares. Gas...