Liderança de Flávio Dino desmontou “baixarias e desatino”, diz Renato Rabelo

A liderança de Flávio Dino construída ao longo de sua trajetória possibilitou a união do Maranhão em torno da mudança e foi fundamental para desmascarar a campanha de baixaria de que foi alvo nesta campanha. A avaliação é do presidente nacional do PCdoB, Renato Rabelo, que esteve no Maranhão com Flávio Dino entre esta terça e quarta-feira.

Rabelo diz que “Flávio foi se construindo como uma liderança no Maranhão já há bastante tempo, não é de agora”. Ele lembra que Flávio disputou as eleições para a Prefeitura de São Luís em 2008 e para o governo em 2010.

“Flávio também se destacou muito na Câmara dos Deputados, esteve entre as dez cabeças do Congresso. O debate sobre a reforma política atingiu um nível mais alto por conta do próprio Flávio Dino.”

Desatino

Rabelo faz uma dura crítica à campanha de baixaria de que Flávio foi alvo durante a campanha e, principalmente, nesta reta final da disputa. “A capacidade do Flávio Dino como liderança política foi importante para desmascarar campanhas como essas.”

“Já sabíamos que eles iriam utilizar de todos os instrumentos possíveis para atingir o Flávio e truncar a nossa campanha. Mas chegaram a um verdadeiro nível de desatino, foi mais do que desespero”, afirma, referindo-se à divulgação do vídeo forjado em que um presidiário faz falsas acusações contra o candidato. Rabelo lembra que o vídeo foi amplamente usado pela TV Difusora, pertencente a Edinho Lobão. “Chegamos a esse nível de estupidez.”

Queda da oligarquia

Rabelo destaca a mobilização dos maranhenses em torno do candidato do PCdoB. “O Flávio é uma liderança preparada, com grande capacidade de discernimento, grande bagagem jurídica e cultural e um conhecimento muito grande do Maranhão. O resultado é este que a gente vê. O anseio de mudança é muito forte, ele soube responder a esse anseio. Os números que as pesquisas mostram expressam toda essa trajetória.”

Para o presidente do PCdoB, a derrota da oligarquia vai ter repercussão nacional e até mesmo internacional. “É uma oligarquia tradicional que será derrotada de forma bastante significativa”, afirma.

Marco político

Rabelo ressalta que a vitória de Flávio Dino será um marco para o partido não apenas por representar a chegada do PCdoB a um governo estadual, mas também pelo grande peso que tem o Maranhão: “É um Estado com grande potencial, pode receber grandes investimentos, é muito importante para o Brasil. E isso tem um grande significado político para o PCdoB também”.

Rabelo também destaca a importância da formação de uma ampla aliança partidária em torno de Flávio. “Ele teve essa consciência. Sem essa ampla aliança, a vitória se tornaria muito difícil, sobretudo com uma oligarquia que tem o domínio do Estado.”

Fiscalização

Rabelo destaca também o importante papel da fiscalização no dia da votação. A Coligação Todos Pelo Maranhão, de Flávio Dino, montou uma grande força-tarefa para fiscalizar o processo no domingo. “Vamos fiscalizar num nível que nunca foi feito aqui no Maranhão.”

Ele acrescenta que chama a atenção a atitude voluntária dos maranhenses, o que viabilizou essa tarefa. “É a expressão da própria realidade da campanha”, diz, referindo-se à forte mobilização popular.

Rabelo afirma que, pela compreensão que tem dos problemas do Maranhão, Flávio Dino fará um governo bem sucedido. “Ele também é uma liderança reconhecida no âmbito nacional. Isso facilitará o êxito dele aqui no Estado.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EXCLUSIVO Márlon Reis diz que Senado é “opção possível”

Márlon Reis, ex-juiz, um dos criadores da Lei da Ficha Limpa (Foto: Carlos Gaby) Em entrevista exclusiva ao blogue, o advogado e ex...