Assaltantes de Imperatriz e Davinópolis integravam quadrilha especializada em roubo de cargas


A partir de informações do Serviço de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública (SSP), as polícias Civil e Militar desarticularam, na madrugada deste sábado (22), uma quadrilha especializada em roubo de cargas e assaltos a bancos no interior do Maranhão.

As ações policiais tiveram início por meio do monitoramento e levantamento de informações da Inteligência da SSP, na noite da última sexta-feira (22), o que levou ao conhecimento do delegado geral da Polícia Civil, Nordman Ribeiro de que uma carga de cigarros da empresa Souza Cruz havia sido roubada no município de Bacabal, por volta das 19h em frente ao Hotel Brasil. O delito foi cometido por dois homens num veículo Corsa Hatch, placa HPS 0211 cor verde ou chumbo escuro. Participaram do assalto, Raifran e Jeovah junto com outras pessoas.

O produto do roubo foi levado para uma fazenda pertencente a Raimundo F. Barros, conhecido como ‘Neto de Davinópolis', apontado como um dos líderes do bando, que fica próxima ao município de Grajaú no Povoado Sumaúma, em um caminhão MB Toco "bicudo" de cor branco, placa vermelha de Goiás, com baú carregado com peixe e com fundo falso.             O assalto foi anunciado no Posto de Abastecimento, em frente ao Hotel Brasil, por dois homens em um carro Corsa Hatch, placa HPS-0211, cor chumbo ou verde escuro. Outros três homens estavam no caminhão e um veículo Astra cor preto, que dava cobertura aos bandidos. Em Grajaú, as cargas roubadas ficariam numa casa localizada no fundo da fazenda, que esta sendo motivo de investigação.

Imediatamente, foram acionados o comandante geral da Polícia Militar, coronel Franklin Pacheco e o superintendente de Polícia Civil do Interior, Jair Lima de Paiva, que mobilizaram as forças policiais em toda aquela região, montando barreiras em diversos pontos, a fim de interceptar o grupo.

O superintendente de PC do interior passou a coordenar os trabalhos, e nas proximidades de Barra do Corda, numa barreira da Polícia Militar, o caminhão baú e o veículo Astra foram apreendidos e quatro elementos presos.

Após revista policial, foram apreendidas duas escopetas calibre 12, duas pistolas 380, dois revólveres calibre 38, uma pistola 9mm, 2 coletes balísticos e 104 munições de vários calibres, que estavam no fundo falso do caminhão. Foi encontrada também a carga roubada de aproximadamente 45 caixas de cigarros. O grupo também estava com dois fuzis.

Jeovah Barbosa Lira, 43 anos, que responde por homicídio em Porto Franco e assalto a cargas; Raimundo Ferreira Barros, o Neto de Davinópolis", 45 anos, preso várias vezes por assalto a bancos e cargas no Maranhão e no Pará, que é irmão de Cleginaldo F. Barros, o Cleiton de Imperatriz, atualmente preso no Rio Grande do Norte e irmão de Reginaldo Barros que foi morto durante confronto com a polícia num assalto a agência bancária em Governador Eugênio Barros; Sebastião Fernandes de Oliveira, 35 anos conhecido como Teó, que responde pelo crime de assalto a uma joalheria no estado do Piauí; e Daniel Coelho Pinto, 45 anos.

As polícias Militar e Civil se deslocaram para a Fazenda, utilizando os próprios carros do bando. Segundo informações do delegado Jair Paiva, os investigadores conseguiram encontrar parte de outra carga de cigarros, fumos Trevo, isqueiros, entre outros materiais, que tinham sido roubados em outro assalto.

O superintendente da PC do interior disse ainda que os trabalhos de investigações vão prosseguir. A polícia já identificou outros participantes do grupo, e várias ações foram deflagradas em toda aquela região. O bando está sendo autuado em flagrante na delegacia de Barra do Corda pelos crimes de formação de quadrilha e roubo de carga, e deve ser transferido para São Luís, nesta segunda-feira (24) para ser apresentado na SSP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Câmara não descarta acionar MP para suspender pagamento de contas de energia elétrica em Imperatriz

A comissão de vereadores formada para encaminhar as proposições no relatório que será enviado a autoridades, órgãos e entidades locai...