Desabafo de um brasileiro

Tenho orgulho de ser brasileiro se não ligar a TV, ler revistas, ler jornais ou conversar sobre política e leis com amigos e conhecidos.

Não espanta mais a falta de caráter e a insistência de determinados políticos, pois já faz parte da natureza dos ditos velhacos, em continuar tentando nos fazer de idiotas com seus discursos patéticos e nojentos, na defesa insana de situações extremamente duvidosas e do roubo explícito de dinheiro público, em muitos casos gravados e filmados.

De nomeados a ministros, não são todos, um enorme contingente da classe política, e os que a cercam, está totalmente corrompido pela ânsia explícita e sem limites na arte da pilhagem.

São cordeiros de caráter ilibado em tempo de campanha até que sua vitória nas urnas seja consumada. Daí então se inicia no velhaco um processo rápido de metamorfose inversa, sua inocência sucumbe diante de sua maledicência, a humildade é trocada pela prepotência e arrogância, escudada na blindagem de uma maldita “Imunidade Parlamentar”, e o antes cordeiro vira fera predadora insaciável.

De posse de um mandato com suas prerrogativas, cercado de parceiros, financistas, correligionários, conselheiros de má índole e alienados políticos, acaba criando o seu feudo com regras próprias, adota atitudes dramatúrgicas de dar inveja ao mais renomado escritor, se coloca acima da lei e acha que é um deus inatingível.

SOU UM POLÍTICO EMPOSSADO PELA VONTADE DO VOTO DO POVO.

TUDO POSSO!!!

Tudo ao que assistimos passivamente desde a época do império, é devido às leis protecionistas e regras criadas, não para defender, mas para proteger os interesses escusos dos que legislam em causa própria.

Mais um exemplo vergonhoso de desvio de verbas via Ministério do Trabalho, onde o centro da questão é o “DENUNCISMO”, com a afirmação de “NINGUÉM ME TOCA”, um “Grand Finale” com direito a um “TE AMO” e a resposta maior de que “O QUE PASSOU É PASSADO”.

Beleza. Somos todos estúpidos!!!

Mas e os assessores do ministro intocável, e os R$ 3,7 milhões surrupiados por intermédio de uma ONG que só existe no papel e foi reconhecida como real pelo Ministério do Trabalho? Onde estão?

Cuidado excelências! Com todo o respeito, os senhores usufruem de um poder transitório, mas é o povo quem detém o real poder de colocá-los e tirá-los de onde estão. A sorte momentânea, mais não vitalícia, está no fato de que o brasileiro eleitor é passivo, de boa índole, inocente e desconhecedor de seus reais direitos. Refrescando a memória, lembrem-se dos CARAS PINTADAS.

Nossos políticos não estão se dando conta do que está acontecendo no cenário mundial com a derrota e extinção dos ditos líderes poderosos, supostamente intocáveis e corruptos, que caíram pelas mãos dos, supostamente, mais fracos.

Orgulho de ser brasileiro?

Ainda tenho sim, pois acredito que o nosso BRASIL ainda é maior do que os muitos cães pequenos (políticos corruptos) que roem os grandes ossos (dinheiro público roubado, pago com o trabalho do povo brasileiro).

Outras eleições estão chegando, e até lá vamos ter muito o que falar sobre Imperatriz.

Disse e assino.

Antonio Carlos Talassuh

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Câmara aprova 6.29% de reajuste para a Educação

A Câmara Municipal aprovou nesta quinta-feira (25) projeto de reajuste salarial de 6.29% para os servidores da Educação e a isonomia ...