Lupi ganhou diária em viagem ao MA

O ministro Carlos Lupi (Trabalho) recebeu R$ 1.736,90 de diária quando viajou ao Maranhão em dezembro de 2009 para cumprir agenda oficial e também partidária. O assessor especial do ministro Fabio Borges de Almeida também recebeu diária para acompanhá-lo na mesma viagem no valor de R$ 1.209,20.

Os dados são do Siafi (Sistema de Acompanhamento de Gastos do Governo Federal) aos quais a Folha teve acesso. A diária serve para cobrir gastos com alimentação, hotel e locomoção urbana do servidor público.

O ministro afirmou em depoimento a uma comissão do Senado nesta quinta-feira (17) que não sabia dizer se havia recebido diárias na ocasião, mas que se o pagamento tivesse sido feito e for considerado irregular irá devolver o valor aos cofres públicos.

"Tinha também uma ação ministerial [na viagem], mas se tiver irregular vou devolver", afirmou em resposta ao líder do DEM, senador Demóstenes Torres (GO).

A viagem ao Maranhão ocorreu de 11 a 13 de dezembro de 2009 e as diárias correspondem ao período de 10 a 14 daquele mês.

A revista "Veja" revelou que o ministro usou nessa viagem um jato "arranjado" pelo empresário Adair Meira, dono de uma ONG que no ano seguinte assinou contrato com o ministério.

Lupi afirmou em depoimento á Câmara na semana passada que não havia viajado com o empresário e que o aluguel do avião foi pago pelo PDT do Maranhão porque sua agenda no Estado incluía compromissos partidários. O partido, no entanto, negou o pagamento. Até o momento, o ministro não esclareceu essa questão.

Folha.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Weverton Rocha comanda encontro do PDT em Imperatriz

Weverton Rocha (ao centro de camisa preta) com um grupo de vereadores de Imperatriz Pré-candidato ao Senado, o deputado federal Wev...