Prefeitura no Tocantins tenta 'incorporar' cidade vizinha


O município de Silvanópolis (a 130 Km de Palmas) entrou anteontem com uma ação direta de inconstitucionalidade no TJ (Tribunal de Justiça) do Tocantins questionando a criação de uma cidade vizinha, Ipueiras.

Segundo o prefeito de Silvanópolis, Bernardo Siqueira Filho (DEM), a lei que criou Ipueiras, em 1995, previa apenas o desmembramento do território de outra cidade, Porto Nacional.

"Na última hora, tiraram um pedaço da nossa cidade, mas não fizeram plebiscito com a população aqui, como manda a Constituição", diz.

Com o desmembramento, diz Siqueira, Silvanópolis perdeu uma área de 24,5 mil hectares.

"Nenhum prefeito anterior se interessou por isso, mas eu vejo os prejuízos. Essas famílias moram lá, mas usam os serviços de saúde e educação daqui. E, além disso, perdemos recursos do FPM [Fundo de Participação dos Municípios]."

O prefeito não sabe estimar quantas pessoas morariam na área em questão. Silvanópolis tem 5.071 habitantes, ante 1.639 de Ipueiras.

A reportagem não conseguiu contato com a Prefeitura de Ipueiras.

Folha.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CASO NENZIN - Roseana e Sarney Filho se calam após a prisão de Júnior

Roseana faz campanha para Júnior (camisa e boné verde); ele, segundo a Polícia, é o mandante da morte do próprio pai, o ex-prefeito Nenzin...