Repórter brasileiro está preso na Rússia

Por Maira Magro
(Jornalismo nas Américas)

O jornalista freelance brasileiro Solly Boussidan foi preso por autoridades russas na sexta-feira, 28, na cidade de Sochi, acusado de fazer reportagens sem o credenciamento necessário, informou o Estado de S. Paulo, veículo do qual é colaborador.

Boussidan estava em trânsito na Rússia rumo à Armênia, com um visto de turista, diz o Estadão. Mas com o atentado de segunda-feira no aeroporto de Moscou, ele enviou um relato ao portal Terra sobre a cobertura da tragédia pelas TVs russas. Dois dias depois, foi preso em seu hotel e interrogado por 12 horas, diz o Estadão.

Segundo o jornal, um juiz determinou a prisão de Boussidan por dez dias e sua posterior deportação. Ele teria passado 36 horas sem comida na prisão e sofrido pressão para assinar documentos em russo, continua o Estado. O Itamaraty e a Alemanha, país do qual o repórter também tem cidadania, tentam interceder para que ele deixe a Rússia o quanto antes, diz a matéria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Projeto prevê mudança na eleição da Câmara Municipal

Projeto de Resolução apresentado na sessão desta quarta-feira (18) altera a redação do artigo que trata da eleição da Mesa Diretora da ...