Embratur divulga nota para desmentir ataques à gestão de Flávio Dino

A Embratur, órgão do governo federal que promove o turismo brasileiro no exterior, divulgou nota nesta terça-feira (29/jul) desmentindo denúncias contra a gestão de Flávio Dino à frente da instituição. Flávio foi presidente da Embratur de junho de 2011 a março de 2014, durante o governo Dilma Rousseff.

A Embratur afirma que “tem verificado que seu nome está sendo utilizado indevidamente no processo eleitoral do ano em curso”. E informa que a Procuradoria Federal da Embratur está “apurando as ocorrências para tomar as providências cabíveis, a fim de resguardar a imagem institucional do órgão”.


“A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) tem verificado que seu nome está sendo utilizado indevidamente no processo eleitoral do ano em curso. Sendo assim, informa que a Procuradoria Federal do Instituto está apurando as ocorrências para tomar as providências cabíveis, a fim de resguardar a imagem institucional do órgão.

Informa, também, que não há qualquer irregularidade nas contas da Embratur, que constam como aprovadas pela CGU (Controladoria Geral da União), bem como pelos demais órgãos de controle da União.
A respeito do Contrato nº 12/2009 com a empresa CPM Braxis, a Embratur destaca que a renovação do contrato realizada em 2012 foi precedida de pesquisa de preços de mercado e de análises técnica e jurídica favoráveis.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Perseguição na praia e estacionamento privado

Há décadas, durante quatro meses de veraneio, homens e mulheres do povo aproveitam para engordar suas poucas finanças familiares. Gas...