FIM DO DESPERDÍCIO Flávio Dino elogia decisão de juiz que suspendeu farra de Roseana

O candidato da coligação Todos pelo Maranhão (PCdoB, PDT, PP, PPS, PROS, PSB, PSDB, PTC e Solidariedade), Flávio Dino, elogiou a decisão do juiz Clésio Coelho Cunha, de São Luís, que suspendeu a compra de 80 quilos de lagosta fresca, uma tonelada e meia de camarão, 750 quilos de patinhas de caranguejo, duas toneladas de peixe e cinco de carne para a residência oficial e casa de praia da governadora Roseana Sarney (PMDB).

O candidato oposicionista comentou no twitter: “Uma sábia decisão”.
O gasto com a compra das iguarias seria de R$ 2,5 milhões.

Uma das principais medidas de Flávio, se eleito, será combater o desperdício do dinheiro público em ostentação e festas em residência oficial.
Também o combate à corrupção no serviço público será prioridade.

O candidato assumiu o compromisso de criar Secretaria de Transparência e Controle, sem que seja criado nenhum novo cargo comissionado. A estrutura da nova Secretaria será advinda do remanejamento de cargos do Gabinete do Governador e da Casa Civil.

A Secretaria irá realizar o controle interno da administração, garantir o cumprimento da Lei de Acesso à Informação, apurar denúncias e fiscalizar a execução das despesas públicas, inclusive as realizadas mediante convênios. A Corregedoria Geral do Estado e a Controladoria Geral do Estado serão integradas à nova Secretaria. Haverá concurso público para ampliação de quadro efetivo estável e independente.

Venda de mansão


Flávio reforçou sua disposição de vender a mansão de veraneio do governo do Maranhão, na praia de São Marcos e com o dinheiro da venda construir o primeiro hospital público especializado no tratamento de câncer. “Reafirmo a nossa proposta: acabar com festas de luxo na mansão de praia do Governo, vendê-la e investir no Hospital Público do Câncer.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Câmara não descarta acionar MP para suspender pagamento de contas de energia elétrica em Imperatriz

A comissão de vereadores formada para encaminhar as proposições no relatório que será enviado a autoridades, órgãos e entidades locai...