Três vereadores de Imperatriz disputam vagas para a Assembleia Legislativa


Marco Aurélio (acima), do PCdoB, e Rildo Amaral (Solidariedade): coligação de Flávio Dino
Imperatriz – Três vereadores homologaram seus nomes como candidatos a uma vaga na Assembléia Legislativa Estadual; Marco Aurélio da Silva Azevedo (PC do B), Raimundo Nonato Gonçalves da Silva (PSL) e Rildo de Oliveira Amaral (SDD).

Rildo Amaral, em seu segundo mandato como vereador vai disputar pela primeira vez a vaga de deputado estadual porque, segundo ele, Imperatriz não dispõe de um representante que tenha compromisso com a cidade.

“Sempre fizemos coro à necessidade de mudança, a necessidade de alternância de poder, de melhorias, de deputados que tenham compromisso com a nossa cidade, de deputados que dêem transparência às emendas parlamentares individuais”.

Em seu primeiro mandato de vereador o professor Marco Aurélio tenta pela segunda vez uma vaga na Assembléia Legislativa.


“Entendo que esse é o momento oportuno de participarmos do processo de renovação de idéias e do modo de fazer política que o Maranhão viverá nessa eleição. Já tentamos em 2010 e quase fomos eleitos. Outro fator que me leva a acreditar é que, como deputado terei muito mais força para trabalhar em benefício da população.”


O vereador Raimundo Roma está em seu segundo mandato consecutivo também acredita que na Assembléia Legislativa poderá fazer mais por Imperatriz.

“A função do vereador é muito importante, mas, a prerrogativa de executar as tarefas é do prefeito e sabemos que nem tudo é possível. Como deputado estadual terei condições de fazer mais por Imperatriz. A nossa cidade merece um representante na assembléia que lute por seus interesses, que tenha compromisso com o seu desenvolvimento.”

Candidaturas - O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão recebeu até o último dia 5 de julho, 755 pedidos de registros de candidaturas. Seis a governador e seis a vice-governador, seis de senador e 12 suplentes, 228 para deputado federal e 497 para deputado estadual.
O prazo para julgar os pedidos e publicar as decisões, inclusive acerca dos impugnados, encerra no dia 5 de agosto, de acordo com o artigo 54 da Resolução 23.405 do Tribunal Superior Eleitoral.  

Repórter: Mari Marconccine (assessoria)

Fotos: Fábio Barbosa/Assimp

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EXCLUSIVO Márlon Reis diz que Senado é “opção possível”

Márlon Reis, ex-juiz, um dos criadores da Lei da Ficha Limpa (Foto: Carlos Gaby) Em entrevista exclusiva ao blogue, o advogado e ex...