HOMENAGEM Festival de música de Pinheiro lembra o grande Coxinho

Cantador de boi, Coxinho é uma das grande expressões da cultura popular do MA  
Tem início hoje, (sexta), e segue até o próximo domingo, (27), na cidade de Pinheiro, o  24º Festival de Música Popular – Fesmap. O evento terá a participação de personalidades do mundo artístico e cultural, dentre elas, músicos e produtores, além de escritores, professores e jornalistas. Além de admiradores do Festival e público em geral. O Fesmap tem patrocínio da Cemar - Companhia Energética do Maranhão - através da Lei de Incentivo à Cultura, do Governo do Estado. A realização é da Fundação Cultural Pinheirense, (FCP).

Vinte e quatro composições concorrerão aos prêmios de primeiro, segundo e terceiro lugares. Além disso, a FCP premiará também aquele que se destacar como melhor intérprete no Festival. Os destaques deste tradicional evento receberão o valor total de 20 mil reais.

Abrirá o festival, o cantor e compositor Gildomar Marinho. Maranhense de Santa Inês, Gildomar Marinho está radicado em Fortaleza (CE). Violonista, compositor e cantor, Marinho fará show acompanhado pela banda Fesmap, apresentando músicas autorais antes que sejam iniciados os trabalhos de apresentação das músicas concorrentes.

No segundo dia do Festival, (sábado), os apreciadores da boa música e fãs do Festival, terão a apresentação do  cantor e compositor Rommel Ribeiro, músico maranhense que se  mudou para o Canadá em  2006 e, de lá pra cá, passou a praticar uma intensa atividade musical entre diversas cidades, notoriamente Montreal, Ottawa e Toronto.

Homenagem

O homenageado nesta edição é o poeta popular e cantador José Bartolomeu dos Santos, o Coxinho, nome de destaque no universo cultural e folclórico que muito contribuiu para a divulgação, em especial, do folclore maranhense.

Baseado nisso, a FCP convidou para fazer o encerramento, (domingo), a Cia Folclórica Fruto da Raça Show, comandada pelo filho mais velho de Coxinho, José Plácido Sousa dos Santos, o Zequinha, que na oportunidade  apresentará clássicos do folclore maranhense, em especial deste cantador, que deixou para a história, verdadeiro legado musical.  A Cia fechará o Festival cantando o hino do folclore maranhense, “Urrou do boi”.


O Fesmap teve seu início em 1980. Nesse percurso tem revelado talentos, abrindo dessa forma, espaço para músicos iniciantes e valorizando profissionais já conhecidos no mercado, além de reconhecer grandes intérpretes. Todas as músicas classificadas serão apreciadas por uma equipe de jurados, composta por jornalistas, músicos, escritores, professores e outros profissionais ligados à música. Todos convidados especialmente para a ocasião. (Assessoria)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Hospital de Ortopedia vai permitir 9.600 cirurgias a mais

Com a decisão de alugar uma estrutura já existente para instalar o Hospital de Traumatologia e Ortopedia (HTO), a Secretaria Estadual...