ENFERMEIROS APOIAM FLÁVIO DINO E PEDEM FIM DE DESVIO DE RECURSOS NA SAÚDE

Enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem com representação de diversas cidades estiveram reunidos nesta quarta-feira (20) para conversar com os candidatos da “Coligação Todos pelo Maranhão”. Durante o encontro, a categoria apresentou as principais reivindicações, que envolvem a melhoria das condições de trabalho, Plano de Cargos, Carreiras e Salário e regulamentação da jornada de trabalho de 30 horas semanais.

“Nós precisamos melhorar a saúde no nosso Estado, implantar um SUS de qualidade para que todos esses profissionais da área sejam valorizados. As questões aqui levantadas por eles relativas a carreira, concurso, acesso, oportunidade, piso e jornada são fundamentais para que eles tenham uma vida melhor e possam prestar serviços de mais qualidade à população maranhense”, afirmou o candidato a governador Flávio Dino.

Ele lembrou o compromisso com a categoria desde quando foi deputado federal e defendeu a regulamentação da jornada de trabalho para 30 horas. Flávio Dino reiterou que mantém a palavra de empenho pela classe.

Porta fechada para a corrupção

Ainda sobre o comprometimento com a qualidade dos serviços públicos de saúde, afirmou que as unidades do Estado que funcionam vão continuar atendendo a população e reforçou o empenho para ativar as que estão desativadas. “A única porta que vai ficar fechada é a da corrupção e do desvio do dinheiro da saúde do Maranhão. O orçamento de R$ 1,6 bi que foi gasto na saúde do ano passado não vai mais servir para luxo, vai ser transformado em benefício aos maranhenses”, disse.

A professora Rosilda Dias, que integra o Movimento Maranhense pela Valorização da Enfermagem, avaliou de forma positiva a conversa com os candidatos e declarou apoio ao projeto de mudança política do Estado: “Nós temos a esperança que ele se eleja e nós, junto com ele, façamos o governo que o maranhense precisa, em especial na saúde e na educação”.

Sobre os compromissos recebidos, Flávio Dino disse que ainda no primeiro mês de governo reunirá a Aben, Coren, Sindicatos e Centros Acadêmicos para discutir as reivindicações e iniciar o trabalho de implementação delas.



Um futuro melhor mais próximo

Candidato ao Senado e vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha lembrou que um dos principais pedidos da categoria, a regulamentação da jornada de 30 horas semanais, já é respeitado pela Prefeitura de São Luís.

“O principal objetivo da política é melhorar a vida das pessoas. Desviar recursos de pessoas doentes é imperdoável. Estamos diante de um futuro melhor para o Estado e ele está bem próximo de nós”, disse.

Para Carlos Brandão, candidato a vice, o momento refletiu a forma correta de fazer política: ouvindo as entidades de classe e trabalhadores. “É assim que Flávio tem feito, ouvido as pessoas. São reivindicações justas e não tenho dúvida que o Flávio vai fazer uma grande revolução na saúde do Estado. Nosso objetivo é melhorar as condições de trabalho e garantir melhores serviços para a população”, assegurou.

Valorização merecida

Deputada estadual candidata à reeleição, Valéria Macedo (PDT) tem esperança que o governo de Flávio faça valer os direitos da segunda maior classe do Estado, que está presente em todas as casas de saúde. “São mais de 42 mil profissionais que não têm a valorização merecida. Queremos ver a aplicação correta dos recursos, a aplicação transparente, participar na construção das políticas públicas”, afirmou ela, que também é enfermeira, acreditando que essas conquistas serão alcançadas com Flávio Dino governador.

Ao final da reunião, Flávio Dino, Carlos Brandão e Roberto Rocha receberam uma Carta com o diagnóstico da Enfermagem no Maranhão e as principais reivindicações da categoria. O documento foi assinado pelos presidentes Ângela Alvarez (Associação Brasileira de Enfermagem no Maranhão), Ana Léa Costa (Sindicato dos Enfermeiros), Célia Maria Santos (Conselho Regional de Enfermagem do Maranhão), Dulce Mary Sarmento (SindSaúde), Christian Costa (Sindicato de Saúde de Imperatriz) e Lucimary Pinto (CNTS). A reunião foi acompanhada pelos candidatos a deputado federal Rose Sales (PCdoB), Julião Amim (PDT) e Márcio Jardim (PT).


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Audiência pública debaterá tarifas cobradas pela Cemar

Presidente da Câmara, José Carlos Soares, criticou durante a Cemar (Foto: Fábio Barbosa/Assimp) A Companhia Energética do Maranhão ...