PROPOSTAS Programa “Mais Médicos Maranhão” de Flávio Dino vai combater déficit de profissionais na rede pública de saúde

O Maranhão é o estado com maior índice de habitantes por médico, a pior relação no Brasil.

Segundo levantamento divulgado pelo jornal Folha de S. Paulo em março deste ano, com base em dados do Conselho Federal de Medicina (CFC) e do IBGE, o Maranhão tem 5.390 médicos para uma população de 6.794.301 habitantes – 1 médico para cada grupo de 1.260 pessoas (média de 0,79 médico para cada 1.000 habitantes).

A média recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de 1 médico para cada 1 mil habitantes.

O programa “Mais Médicos Maranhão” é uma das propostas do candidato Flávio Dino, da coligação Todos pelo Maranhão (PCdoB, PDT, PP, PPS, PROS, PSB, PSDB, PTC e Solidariedade) para reverter essa situação.
  
O programa vai complementar o Mais Médicos do Governo Federal, abrangendo as seguintes iniciativas: articulação e parceria com a Universidade Federal do Maranhão para que implante integralmente, com a qualidade e velocidade necessárias, os Cursos de Medicina de Imperatriz e Pinheiro; criar mais um curso de Medicina na Universidade Estadual do Maranhão, em região não atendida pelos cursos existentes; implantar progressivamente carreira de Estado para os médicos, similar a dos juízes, garantindo presença de profissionais em todas as regiões, estabilidade, remuneração adequada e promoções por mérito; entre outras ações nessa área, como instituir bolsas complementares ao Programa de Valorização do Profissional da Atenção Básica (PROVAB), do Ministério da Saúde, visando à criação de mais vagas de médicos, enfermeiros e dentistas no Maranhão, priorizando as regiões mais carentes.

Também o fortalecimento da equipe técnica da Secretaria
de Saúde para apoiar os municípios no desenvolvimento da Estratégia de Saúde da Família, de acordo com as Normas Nacionais.

E ainda o pagamento de complementação ao piso salarial dos agentes comunitários de saúde e de endemias, em atuação cooperada com os municípios.


Implantação de projeto de reestruturação regionalizada dos serviços assistenciais de referência nas especialidades de média e alta complexidade e a redefinição das Regiões de Saúde formadas por municípios de fronteira dos Estados do Maranhão/Piauí, Maranhão/Pará e Maranhão/Tocantins, possibilitando acesso universal aos usuários do sistema único de saúde, sem barreiras e constrangimentos atualmente existentes, em conformidade com o Ministério da Saúde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A criação da Comenda Frei Manoel Procópio

Maior honraria concedia pelo Município de Imperatriz, a Comenda Frei Manoel Procópio leva o nome do missionário, considerado o fundador...