“Precisamos de um governo próximo”, diz pastor do Tirirical ao lado de Flávio Dino


Propostas para um Maranhão mais justo e com igualdade social foram apresentadas na noite desta segunda-feira (04/08) pelo candidato da Coligação Todos pelo Maranhão, Flávio Dino, a 36 pastores e cerca de 400 lideranças evangélicas da Assembleia de Deus Tirirical.

Liderados pelo pastor Osiel Gomes e pelo pastor Vieira Lima, que concorre a uma vaga no Parlamento Estadual, as lideranças religiosas conversaram sobre o papel social da igreja e sobre a importância de existir um governo sensível às necessidades das pessoas.

Falando sobre a esperança de dias melhores para o Maranhão, o pastor Osiel Gomes confirmou que está do lado do projeto de mudança do Estado. “Entendemos muito bem qual é o papel da igreja no campo social”, disse ele.

O pastor Vieira Lima, também engajado no projeto de transformação social do Maranhão, avaliou que o Estado precisa ser governado por quem tem proximidade com as lutas do povo. “Temos duas cidadanias, uma no céu e outra na Terra. Como cidadãos da Terra precisamos de um governo próximo, um governo que dê um outro olhar para o nosso povo”.

Reafirmando sua posição de apostar numa campanha de esperança, de alegria e movida a bons valores, Flávio Dino relatou que pretende governar o Maranhão com proximidade, com honra e com honestidade. “A política precisa corrigir as desigualdades sociais. Quero compartilhar com vocês a esperança de um Maranhão mais justo”, disse Flávio Dino ao apresentar suas propostas aos pastores e lideranças evangélicas da Assembleia de Deus.

Transformar Vidas

Citando o evangelho de Mateus, capítulo 14, versículo 16, os pastores falaram sobre o papel da igreja de transformar a vida das pessoas através do evangelho de Jesus. A citação foi feita em referência ao projeto mantido pela Igreja do Tirirical de recuperação de dependentes químicos.

Atento a essas questões sociais e reconhecendo a importância da igreja, Flávio Dino relembrou a proposta de seu Programa de Governo sobre a Rede Solidariedade, de sugestão do Pastor Porto, que consiste na numa parceria entre o Estado e as igrejas para o atendimento dos dependentes químicos de famílias carentes do Maranhão. 

“Tenho muito respeito e reconhecimento por todo o trabalho missionário e social que a igreja evangélica realiza”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clã Sarney e o ‘Bloco Sanatório Geral’

Os temas se cruzam com extrema coincidência que pensamos (ou temos certeza) que ainda estamos no auge do coronelismo político no Maranhão...