2012: PT aprova alianças com PMDB e PSD

O 4º Congresso do PT decidiu ampliar o leque de alianças do partido para as eleições municipais de 2012. Os petistas barraram uma proposta que previa dar prioridade a chapas com legendas de centro-esquerda.

Com isso, foi aberto caminho para a formação de alianças com o PMDB do vice-presidente Michel Temer e o PSD, que está sendo criado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (ex-DEM).

Os petistas só vetaram coligações com três partidos que fazem oposição ao governo federal: PSDB, PPS e DEM.

A cúpula petista impediu uma votação sobre as alianças com o PSD, que reúne dissidentes da oposição, com o argumento de que a sigla ainda não existe formalmente.

O presidente do PT, Rui Falcão, defendeu internamente a aproximação com a nova legenda, mas disse em entrevista que os petistas não se aliarão a Kassab na capital paulista.

"Não se confunda isso [a aproximação com o PSD] com o governo Kassab em São Paulo, ao qual nós fazemos oposição. Vamos disputar com ele", afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EXCLUSIVO Márlon Reis diz que Senado é “opção possível”

Márlon Reis, ex-juiz, um dos criadores da Lei da Ficha Limpa (Foto: Carlos Gaby) Em entrevista exclusiva ao blogue, o advogado e ex...