EUA: "a cabeça da serpente"

Palestinos protestam contra veto americano na ONU

Quase mil palestinos protestaram nesta quinta-feira (22) em Ramallah, a capital política da Cisjordânia, para denunciar o presidente americano Barack Obama, que acusam de trair a causa palestina na ONU.

Os manifestantes, reunidos perto da Muqataa, a sede da presidência da Autoridade Palestina, exibiam faixas com as frases "Vergonha dos que se dizem democratas" e "América é a cabeça da serpente".

No discurso, considerado por todos "pró-israelense", Obama se declarou contrário ao pedido de adesão plena de um Estado da Palestina às Nações Unidas.

O principal sindicato palestino convocou manifestações na sexta-feira em todo o mundo árabe diante das embaixadas americanas.

Um alto funcionário do ministério palestino da Informação, Mutawakil Taha, acusou Obama de atuar "como um colono israelense".

"Quarenta e dois vetos americanos na ONU permitiram a Israel continuar impondo o apartheid na região. O discurso de Obama desmascarou os Estados Unidos, que fingem apoiar as revoluções árabes", declarou à AFP.

Obama afirmou no discurso que não existe um atalho para a paz no Oriente Médio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clã Sarney e o ‘Bloco Sanatório Geral’

Os temas se cruzam com extrema coincidência que pensamos (ou temos certeza) que ainda estamos no auge do coronelismo político no Maranhão...