PSOL quer enquadrar Pedro Novais e Chiquinho Escórcio

O PSOL vai entrar no início da tarde desta quinta-feira com uma representação à Corregedoria da Câmara contra o ex-ministro Pedro Novais e o deputado Francisco Escórcio, ambos do PMDB do Maranhão.

Novais, que deixou o cargo nesta quarta após reportagens da Folha mostrarem o uso de servidores da Câmara empregados como sua empregada e motorista de sua mulher, vai reassumir o mandato de deputado.

Escórcio entra na representação porque o servidor usado como motorista é funcionário de seu gabinete. Ele, que é suplente e ocupava a vaga de Novais, vai permanecer na Câmara graças à nomeação de Gastão Vieira, também do PMDB do Maranhão, para o Turismo.

O PSOL resolveu representar à corregedoria, e não ao Conselho de Ética, para que o processo, se aberto, tenha mais peso institucional.

"Resolvemos seguir os trâmites legais para que a Mesa Diretora da Casa seja instada pela corregedoria a encaminhar ela própria o caso ao Conselho de Ética, já que há um evidente mau uso da verba da Câmara", disse ao blog o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ).

Blog Presidente 40

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Piracanjuba: Quem é o pai?

Coisas de nossa política paroquiana. Cada vez que ganhamos uma obra, um investimento, um empreendimento, um alvoroço se instala no se...