DENÚNCIA: Bebida e cigarro no Peti

Uma denúncia gravíssima foi feita pelo vereador Rildo Amaral na sessão de terça-feira (18) da Câmara de Vereadores de Imperatriz. Pasmem: uma festinha com menores regada a bebidas alcoólicas e cigarro no prédio do pólo do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti), do Parque Alvorada.

Rildo sustenta a denúncia com base no relato de um soldado da Força Tática da Polícia Militar, que reside no bairro e teria filmado tudo. O vereador informou que o militar tem a gravação da festinha. Rildo não informou, entretanto, quando aconteceu a a festa.

A vereadora Fátima Avelino, que já foi secretária de Ação Social e conhece muito bem o funcionamento do programa, saiu em defesa da diretora do pólo, e solicitou a suposta gravação da festa.

Todas as sessões da Câmara são gravadas e taquigrafadas.

***

O vereador Chagão (PSD) também fez outra denúncia na mesma sessão – esta de crime ambiental. Segundo ele, um produtor comprou uma área entre o Olho d´Água e a Vila Conceição II e está derrubando pés de coco babaçu.

Há legislação pertinente de preservação de babaçuais, inclusive em âmbito municipal.

O vereador disse que recebeu a denúncia de dona Maria Querubina, liderança rural de reconhecimento mundial e das mulheres quebradeiras de babaçu da Vila Conceição.

Da Tribuna, Chagão pediu que Câmara de Vereadores enviasse ofício ao Ibama, à Secretaria Municipal de Meio Ambiente a outros órgãos de defesa do meio ambiente solicitando a apuração da denúncia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Perseguição na praia e estacionamento privado

Há décadas, durante quatro meses de veraneio, homens e mulheres do povo aproveitam para engordar suas poucas finanças familiares. Gas...