TRAGÉDIA NA INDY: A última curva de Dan Wheldon

O inglês Dan Wheldon, 33 anos, morreu neste domingo após se envolver em grave acidente com 15 carros durante a etapa de Las Vegas da Fórmula Indy. O piloto foi retirado às pressas por helicóptero do autódromo, mas não resistiu aos ferimentos. Em sua homenagem, foram dadas 5 voltas no circuito pelos carros que restaram. A corrida, em que Wheldon corria como convidado por US$ 2 milhões, foi cancelada.
O canadense Paul Tracy declarou após o acidente - que envolveu 15 carros - "quando eles levaram Wheldon ao centro médico, nos tiraram de lá porque a coisa era feia". Além do piloto inglês, os pilotos JR Hildebrand, Townsend Bell, Jay Howard, Tomas Scheckter, Charlie Kimball, Paul Tracy, EJ Viso, Alex Lloyd, Pippa Mann, Will Power e Buddy Rice também se envolveram na batida e estão fora da corrida, que foi paralisada.

Os pilotos ficaram horrorizados com a cena do acidente que vitimou o britânico. O australiano Ryan Briscoe, da Penske, comparou o cenário com fogo e destruição dos carros a um filme de guerra.

“Eu nunca vi nada parecido. Tivemos que dirigir entre muitos destroços, parecia uma cena de guerra do Exterminador do Futuro ou algo parecido”, afirmou Briscoe, que pelo Twitter disse que a batida na curva dois parecia uma “terceira Guerra Mundial”.

A norte-americana Danica Patrick, que na próxima temporada vai correr na Nascar e poderia ter Dan Wheldon em sua vaga na F-Indy também ficou assustada.

“Parecia uma cena de filme em que eles tentam deixar o mais deformado possível. Havia detritos em todos os lugares pelo circuito, dava para sentir a fumaça, você poderia ver a fumaça saindo do carro. Era um círculo de fogo e estávamos dirigindo em volta”, declarou Danica.

 A batida envolvendo os carros aconteceu com apenas 11 voltas de prova. Quando os pilotos da categoria, como Tony Kanaan, já choravam por Wheldon, o CEO da Indy, Randy Bernard, anunciou oficialmente a morte: "IndyCar está muito triste ao anunciar que Dan Wheldon morreu".

Wheldon, de 33 anos, foi campeão da Indy em 2005 e estava correndo a sua terceira prova na temporada. Em uma delas, a famosa Indy 500, ele venceu após uma batida na última volta do GP. Para o ano que vem, ele era cotado para substituir Danica Patrick na Andretti Autosport. Ao total, foram 16 vitórias nos seus nove anos de carreira.

A última morte na F-Indy havia sido em 2006, quando o piloto Paul Dana se envolveu em um acidente durante treino de aquecimento em Miami. Em corrida, o último acidente fatal havia ocorrido com o canadense Greg Moore no GP de Fontana em 1999.



VEJA O VÍDEO DO ACIDENTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EXCLUSIVO Márlon Reis diz que Senado é “opção possível”

Márlon Reis, ex-juiz, um dos criadores da Lei da Ficha Limpa (Foto: Carlos Gaby) Em entrevista exclusiva ao blogue, o advogado e ex...