Após escândalo da Petrobrás, Edinho Lobão cancela agenda em cidade da Refinaria Premium

A cidade de Bacabeira é marcada pela expectativa da Refinaria Premium, prometida em 2010 como a grande salvação do Maranhão pela então candidata Roseana Sarney. Com o recente escândalo da Petrobrás envolvendo a governadora Roseana e o ministro Edison Lobão, de Minas e Energia, o candidato apoiado por ambos teve que cancelar a visita à cidade, que estava marcada para este domingo (07).

Um comício na cidade de Bacabeira seria protagonizado por Edinho Lobão (PMDB), candidato a Governador e que está em segundo lugar nas pesquisas. A agenda foi divulgada durante a semana inteira e chegou a constar no site oficial do candidato.

Após a denúncia das revistas Veja, Época e IstoÉ de envolvimento de Lobão e Roseana Sarney em escândalos de propina pagas com dinheiro da Petrobrás, a agenda foi cancelada. Na agenda do candidato modificada após a eclosão do escândalo em rede nacional consta para o domingo “reunião com assessoria política”.

O caso veio a tona após o ex-diretor de Abastecimento da empresa, Paulo Roberto Costa, informar em depoimento à Polícia Federal que Roseana Sarney, José Sarney e Edison Lobão estão diretamente envolvidos no esquema que tem tomado conta do noticiário nacional.

No Maranhão, Paulo Roberto era o interlocutor do Governo do Estado na implantação da Refinaria Premium que ficaria em Bacabeira. 5 anos depois do anúncio, a obra consumiu mais de R$ 2 bilhões e no local onde estariam sendo feitas as obras, existe apenas uma espécie de buraco visitada no início do ano por uma comissão do Congresso Nacional que veio vistoriar a aplicação de verbas públicas no Maranhão.

O cancelamento da agenda de Edinho Lobão teve como mote a avaliação de que a ida ao centro do escândalo da Petrobrás no Maranhão poderia trazer ainda mais rasuras à sua imagem e a de seu pai, apontado como um dos maiores beneficiários do escândalo de corrupção com a Petrobrás. Na cidade, Edinho Lobão seria questionado sobre o futuro da Refinaria – que, segundo relatório divulgado pela empresa estatal, foi adiada para 2029.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Câmara aprova 6.29% de reajuste para a Educação

A Câmara Municipal aprovou nesta quinta-feira (25) projeto de reajuste salarial de 6.29% para os servidores da Educação e a isonomia ...