Na Embratur, Flávio promoveu inclusão das pessoas com deficiência

Além de levar a Embratur a bater todos os recordes de turistas estrangeiros no Brasil, a gestão de Flávio Dino à frente do instituto também foi marcada pela inclusão. As pessoas com deficiência estiveram entre as prioridades da Embratur, responsável por promover o turismo brasileiro no exterior.

Em 2011, quando Flávio era presidente do instituto, a Embratur lançou o programa Turismo Sem Limites, para promover o turismo acessível, voltado a pessoas com deficiência.

A iniciativa foi feita para divulgar no exterior destinos adaptados para pessoas com deficiência. O foco inicial foram cidades com turismo de aventura.

Todos os públicos

“O Turismo sem Limites irá fortalecer a ideia de que o Brasil é um país sensacional, completo e preparado para receber todos os públicos”, afirmou Flávio Dino na ocasião.

“Além de sua função social, há uma questão econômica. Na Europa, há um público potencial estimado de cerca de 80 milhões de pessoas para o chamado turismo acessível, ou seja, adaptado a pessoas com deficiência”, acrescentou.
Além disso, a divulgação dos destinos já adaptados a pessoas com deficiência também estimula outras cidades a fazerem o mesmo.

O Turismo Sem Limites foi alinhado ao Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, o Viver Sem Limites, do governo federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A criação da Comenda Frei Manoel Procópio

Maior honraria concedia pelo Município de Imperatriz, a Comenda Frei Manoel Procópio leva o nome do missionário, considerado o fundador...