Certidão da SSP confirma que vídeo contra Flávio Dino não consta em inquérito

A Secretaria de Segurança Pública, através da Delegacia Geral, pôs fim às acusações do grupo Sarney contra Flávio Dino. Em certidão emitida na manhã desta quarta (24), a delegada-geral Maria Cristina Resende Menezes confirmou que o vídeo não faz parte de qualquer inquérito em andamento ou já finalizado.

“Após buscas aos cartórios das Unidades da Polícia Judiciária e ao SIGO (Sistema Integrado de Gestão Operacional) NADA CONSTA a respeito da reprodução do referido vídeo para fins de constituição de provas em inquérito policial ou quaisquer outros procedimentos administrativos concluídos ou tramitando no âmbito da Polícia Judiciária do Estado do Maranhão,” diz o documento oficial.

A certidão foi emitida após o pedido da coligação “Todos pelo Maranhão” para que a Secretaria atestasse a autoria do vídeo anônimo postado do Chile. Entre outras ações, a coligação pediu também o acompanhamento da Polícia Federal para elucidação do caso.

O presidente estadual do PCdoB, Márcio Jerry, repudiou a montagem de vídeos para tumultuar as eleições. “Não vamos permitir que a festa democrática seja levada para a lama, como alguns querem”, disse. O caso vem sendo usado por Edinho Lobão e aliados para atacar a candidatura de Flávio Dino. Para a coligação, trata-se de uma armação eleitoreira criada para tentar reverter o quadro de derrota que se avizinha ao grupo Sarney – que está há 50 anos no poder.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clã Sarney e o ‘Bloco Sanatório Geral’

Os temas se cruzam com extrema coincidência que pensamos (ou temos certeza) que ainda estamos no auge do coronelismo político no Maranhão...