Evangélicos reforçam campanha de fé e esperança com Flávio Dino

Durante toda essa campanha, Flávio Dino reuniu importantes apoios em toda a sociedade maranhense. Entre ele, o dos evangélicos, que depositaram em Flávio a fé para mudar o Estado e melhorar as condições de vida do povo.

Flávio recebeu a adesão de várias denominações. Nos constantes encontros entre o candidato e as igrejas, foi firmado o compromisso de fazer uma parceria para projetos sociais e humanitários.

A confiança mútua foi tão grande que em agosto os evangélicos lançaram a Campanha Sou Cristão, Voto Flávio Dino. Centenas de lideranças e milhares de fiéis vêm se mobilizando em torno da candidatura de Flávio.

Davi e Golias

Há cerca de duas semanas, Flávio esteve com pastores e lideranças em São Luís. Na ocasião, ele lembrou que a política e a religião podem ser parceiras para ajudar na transformação. “Sou uma pessoa que tem muita fé”, afirmou, fazendo uma analogia com a história de Davi e Golias na Bíblia. “O Golias do Maranhão é esse quadro de pobreza, exclusão, negação de direitos básicos.”

“Eles têm escudo, lança e espada. Com órgãos de comunicação e todo o dinheiro do mundo. Mas temos fé para enfrentar Golias. Não é simples, mas juntos vamos enfrentando”, disse Flávio, sendo fortemente aplaudido pelos presentes.

Jovens

A campanha de Flávio também foi engrandecida pela juventude evangélica. No início de setembro, Flávio esteve no lançamento do projeto Mais Atitude, uma iniciativa para conscientizar, engajar e politizar os jovens.

Nas cidades que têm percorrido nesta campanha, Flávio também vem se reunindo com líderes e representantes religiosos, reforçando ainda mais os apoios.

Esta última semana da campanha de Flávio Dino foi aberta com um café da manhã com pastores, missionários, obreiros e ministros da capital e do interior. Foi um ato para reafirmar a esperança e a confiança na vitória da Onda 65.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CASO NENZIN - Roseana e Sarney Filho se calam após a prisão de Júnior

Roseana faz campanha para Júnior (camisa e boné verde); ele, segundo a Polícia, é o mandante da morte do próprio pai, o ex-prefeito Nenzin...